White People For Peace

Against Me!

Original Tradução Original e tradução
White People For Peace

East and west could not agree
So their generals gave call
Gathered troops at the border
With guns and ready, drawn and aimed

Each side was praying to a God
To bless them with strength and courage
And it was in his name
Artillery lit the sky on fire
The people sang protest songs
Try to stop the soldier's gun

Protest songs in response to military aggression
Protest songs try to stop the soldier's gun
But the battle raged on

Sirens filled the air
And the ground shook with war
Civilian casualties had been a cost
That was predetermined
When interviewed for report
Victims plead in frustration

Their claim
That this was a war without reason
Bureacrats engaged in debate
To try and reach a resolution
The people sang protest songs
Try to stop the soldier's gun

Protest songs in response to military aggression
Protest songs try to stop the soldier's gun
Protest songs in response to military aggression
Protest songs try to stop the soldier's gun
But the battle raged on

The broadcast like their prayers
Went unanswered and ignored
God, like the rest of the world
Just watched in silence

There was purpose to be served
There were fortunes to be earned
Before a peace could be called
To stop the fighting

Protest songs in response to military aggression
Protest songs try to stop the soldier's gun
Protest songs in response to military aggression
Protest songs try to stop the soldier's gun

Protest songs in response to military aggression
Protest songs try to stop the soldier's gun
Protest songs in response to military aggression
Protest songs try to stop the soldier's gun
But the battle raged on

Pessoas Brancas Pela Paz

Oriente e ocidente não poderiam concordar
Assim, seus generais fizeram uma ligação
Reuniram tropas na fronteira
Com armas prontas, sacadas e apontadas

Cada lado rezando para um Deus
Abençoá-los com força e coragem
E foi em seu nome
Que artilharia iluminou o céu em chamas
As pessoas cantavam canções de protesto
Para tentar parar a arma do soldado

Canções de protesto em resposta à agressão militar
Canções de protesto tentam parar a arma do soldado
Mas a batalha se desenrolava

Sirenes enchiam o ar
E o chão tremeu com a guerra
As mortes de civis foram um custo
Que estava pré-determinado
Ao serem entrevistadas para relatório
As vítimas imploravam frustrantemente

Sua reivindicação era
Que esta era uma guerra sem razão
Burocratas empenhados em um debate
Para tentar chegar a uma resolução
As pessoas cantavam canções de protesto
Para tentar parar a arma do soldado

Canções de protesto em resposta à agressão militar
Canções de protesto para tentar parar a arma do soldado
Canções de protesto em resposta à agressão militar
Canções de protesto para tentar parar a arma do soldado
Mas a batalha se desenrolava

A transmissão era como suas orações
Ficou sem resposta e ignorada
Deus, como o resto do mundo
Apenas assistiu em silêncio

Havia um objetivo a ser atingido
Havia fortunas a serem ganhas
Antes que uma paz pudesse ser declarada
Para parar a luta

Canções de protesto em resposta à agressão militar
Canções de protesto para tentar parar a arma do soldado
Canções de protesto em resposta à agressão militar
Canções de protesto para tentar parar a arma do soldado

Canções de protesto em resposta à agressão militar
Canções de protesto para tentar parar a arma do soldado
Canções de protesto em resposta à agressão militar
Canções de protesto para tentar parar a arma do soldado
Mas a batalha se desenrolava

Composição: Tom Gabel
Enviada por Guilherme e traduzida por Jessica. Legendado por Bruna e Analu. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.


Posts relacionados

Ver mais no Blog