You Make Albert Fish Look Like Magikarp

Twin Pumpkin

Original Tradução Original e tradução
You Make Albert Fish Look Like Magikarp

Hell's son, lone rebel
Stone heart, no shadow
The pain plays a part inside my habitat
My dark emotions become leaders of the pack
No fun, I don't spare no
Taste your blood, fuck you like an animal
Beg on your knees my baby, there's no need to cry
My halo is long gone, desecrated in a lie

No no no! Most hallowed true terror superstar
No no no! The horror! The snarling deuce Reservoir

The only thing they can get me for is running a funeral parlor without a fucking license

Oh God, how I wish to be normal, no more pain, no more sorrow
But my prayers never seem to fucking arrive!
It ain't my fault if these people deserve some pity or evil, who am I to be their judge?
The need to hunt, the need to thrill, the need to fuck, the need to kill
It's all inside and I can't simply just let it go!
You better not get in my way!
I'll be your doom, I'll be your fright!
I'll be the bitch who takes your fucking life!

No no no! Most hallowed true terror superstar
No no no! The horror! The snarling deuce Reservoir
Beg on your knees, please, please
You'll be my fucking masterpiece
This ain't no fiction, no, it's freakshow baby
No one can tame me cause bitch, I'm a killing machine

Plasma!
Plasma!
Plasma!

Você Faz o Albert Fish Parecer o Magikarp

Filho do inferno, rebelde solitário
Coração de pedra, sem vestígio
O sofrimento faz parte do meu habitat
Minhas emoções mais sombrias formam o líder da matilha
Sem diversão, eu não a pouparei
Vou provar seu sangue, vou te fuder feito um animal
Implore de joelhos querida, não há razão em chorar
Minha auréola sumiu faz tempo, profanada em uma mentira

Não não não! A verdadeira e mais consagrada estrela de terror
Não não não! O horror! O terrível demônio Reservoir

"A única coisa da qual eu deveria ter sido acusado era de ter uma funerária, sem a porra de uma licença!"

Oh Deus, como eu queria ser normal, livre da dor e livre do sofrimento
Mas minhas parecem nunca chegar até você
Não é minha culpa se essas pessoas merecem piedade ou maldade, quem sou eu pra ser seu julgador?
A necessidade de caçar, a necessidade de arrepiar, a necessidade de foder, a necessidade de matar
Está tudo dentro de mim, eu simplesmente não posso abandoná-los
É melhor você não se meter no meu caminho!
Eu serei sua desgraça, serei seu pavor!
Eu serei o filho da puta que vai tirar a sua vida!

Não não não! A verdadeira e mais consagrada estrela de terror
Não não não! O horror! O terrível demônio Reservoir
Implore de joelhos, por favor, por favor
Você será a minha obra prima
Isso não é nenhuma ficção, isso aqui é um show de horrores
Ninguém pode me domar, porque querida, sou uma máquina de matar

Plasma!
Plasma!
Plasma!

Composição: Izzy Castro
Enviada por Luis e traduzida por Captain. Revisão por Captain.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog