Que se dane

Noel Rosa

Vivo contente embora esteja na miséria
Que se dane! Que se dane!
Com essa crise levo a vida na pilhéria
Que se dane! Que se dane!
Não amola! Não amola!
Não deixo o samba porque o samba me consola
Não amola! Não amola!
Não deixo o samba porque o samba me consola

Fui despejado em minha casa no Caju
Que se dane! Que se dane!
O prestamista levou tudo e fiquei nu
Que se dane! Que se dane!
Não amola! Não amola!
Não deixo o samba porque o samba me consola
Não amola! Não amola!
Não deixo o samba porque o samba me consola

Fui processado por andar na vadiagem
Que se dane! Que se dane!
Mas me soltaram pelo meio da viagem
Que se dane! Que se dane!
Não amola! Não amola!
Não deixo o samba porque o samba me consola
Não amola! Não amola!
Não deixo o samba porque o samba me consola

Composição: Noel Rosa / J. Machado
Enviada por Gisele. Revisão por Poeta.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Noel Rosa

Ver todas as músicas de Noel Rosa