Coração de Joelhos

Nilton César

Amor eu já fiz de tudo e essa dor não para
Andei vagando e quebrei a cara
Volto pra casa e quero te ver

Não sei se ainda mereço ter teu carinho
Já estou cansado de andar sozinho
Achando um motivo pra te esquecer

Nem meu pobre coração hoje se governa
Feito um cachorro, rabo entre as pernas
Peço outra chance para te amar

Tô voltando pra você como alguém que sabe
Que só na hora da tempestade
A gente procura em quem se agarrar

Meu amor
Diz pra mim que ainda me ama
Tô voltando arrependido
Com o corpo já vencido
Dos açoites da paixão

Meu amor
Tô batendo em tua porta
Com os meus olhos vermelhos
Com meu coração de joelhos
Só pra te pedir perdão

Amor eu já fiz de tudo e essa dor não para
Andei vagando e quebrei a cara
Volto pra casa e quero te ver

Não sei se ainda mereço ter teu carinho
Já estou cansado de andar sozinho
Achando um motivo pra te esquecer

Nem meu pobre coração hoje se governa
Feito um cachorro, rabo entre as pernas
Peço outra chance para te amar

Tô voltando pra você como alguém que sabe
Que só na hora da tempestade
A gente procura em quem se agarrar

Meu amor
Diz pra mim que ainda me ama
Tô voltando arrependido
Com o corpo já vencido
Dos açoites da paixão

Meu amor
Tô batendo em tua porta
Com os meus olhos vermelhos
Com meu coração de joelhos
Só pra te pedir perdão


Posts relacionados

Ver mais no Blog