Malandro Saudoso

Neguinho da Beija-Flor

Já faz tempo aposentei
O meu chapéu de palhinha
Meu surrado terno branco
De comprido paletó
Até minha cabrocha Rosinha
Hoje faz tricô e é chamada de vovó
Minha navalha enferrujou e se quebrou
Malandro saudoso eu sou

Dei uma volta na cidade
Não vi mais a malandragem
Senti tremenda saudade
Da Lapa dos boêmios e alegres cabarés
As damas da noite com seus coronéis
Hoje não se escuta mais seresta
Não se curte uma festa
Como era antigamente
Agora tudo é melancolia
E como é diferente boemia hoje em dia

Composição: Anézio / Wilson Bombeiro
Enviada por Manuel.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog