Na Lama do Dia Seguinte

Matanza

Mais um dia de festa
Vou pagar uma cerveja pra mim
Comemoro estar vivo de um jeito nocivo
Mas só sei assim

Sempre a vida me testa
Sempre o resultado é ruim
Ganho tapa na testa
Já sei que não presta o que eu quero pra mim

Mas se eu for mesmo deixar pra lá
Sei que vou acordar

Muito mal, total destruido
Sem sinal, eu já vi que bebi por nos dois
No momento estou de ressaca
Deixe recado que eu ligo depois

Se eu disser, ok já estou indo
Estou mentindo já deve saber
Na lama do dia seguinte
Eu me dou ao requinte de não me mexer

Sempre falo a verdade
Mas devia guardá-la pra mim
Faço inimizade sem necessidade
Sem meio nem fim

Eu que sempre agradeço
Ao garçom quando chego no bar
Meus problemas esqueço
Não sei se mereço mas bem posso achar

Mas toda vez que eu acho demais
Sei que vou acordar

Muito mal, total destruído
Sem sinal, eu já vi que bebi por nos dois
No momento estou de ressaca
Deixe recado que eu ligo depois

Se eu disser, ok já estou indo
Estou mentindo já deve saber
Na lama do dia seguinte
Eu me dou ao requinte de não me mexer

Puta que o pariu! Total destruído
Sem sinal, eu já vi que bebi por nos dois
No momento estou de ressaca
Deixe recado que eu ligo depois

Se eu disser, ok já estou indo
Estou mentindo já deve saber
Na lama do dia seguinte
Eu me dou ao requinte de não me mexer

Composição: Jimmy London / Marco Donida
Enviada por Victor. Legendado por Danilo. Revisão por Clayton.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog