O Dono e o Povo

Leci Brandão

O dono do morro
Não tem escritura nem procuração
Criado no morro, ele virou zorro da população

O dono do morro
Não tem escritura nem procuração
Criado no morro, ele virou zorro da população

É Cosme e Damião, tem bala
Se é vacilação, é vala
Se tem confusão, abala
E se é eleição, não fala

Pra neguinho subir e prometer
Que a água na bica vai jorrar
Que a galera do morro vai comer
E que toda criança vai estudar
E a promessa jamais será cumprida
Quem desceu pra votar não muda a vida
Quem subiu pra enganar sabe a saída
Mas não conta pro povo do morro

O dono do morro
Atende o seu povo e não tem pra ninguém
Pro povo do dono
Vai ter show no morro
Semana que vem

O dono do morro
Não tem escritura nem procuração
Criado no morro, ele virou zorro da população

É Cosme e Damião, tem bala
Se é vacilação, é vala
Se tem confusão, abala
E se é eleição, não fala

Pra neguinho subir e prometer
Que a água na bica vai jorrar
Que a galera do morro vai comer
E que toda criança vai estudar
E a promessa jamais será cumprida
Quem desceu pra votar não muda a vida
Quem subiu pra enganar sabe a saída
Mas não conta pro povo do morro

O dono do morro
Atende o seu povo e não tem pra ninguém
Pro povo do dono
Vai ter show no morro
Semana que vem

Composição: Leci Brandão
Enviada por Taina. Legendado por Maria. Revisão por Maria.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog