Shore To Shore

Johnny Flynn

Original Tradução Original e tradução
Shore To Shore

Shore to shore, got some land between
Island life is living from a cup of broken queens
Hit the jackpot rolling through a pipe dream in a knot
And I'm missing what was pissing up the wall that I forgot
I forgot, I forgot

I am the masked rider, give me some grace
You've never seen me and you don't know my face
She was no Hattie Caroll, it was cold, it was blue
And it only happened despite me or you
Me or you, me or you

Smoking paper to the crimson flashing bars
Drinking cocktail wine or cottage cream and passing strangers' cars
Live in one-room housing, with a roof to meet the sky
Spelling Jesus won't you please us 'cos you seem a damn nice guy
Damn nice guy, damn nice guy

We listened to passengers stamping old songs
And we lose, what's to lose, when you haven't done wrong
Drums too slow for a funeral beat
No strumming of strings and no stamping of feet
Of feet, of feet

It's awfully considerate of you to think of me
And it's not so hard to see you smoking fags and drinking tea
Its the crummy lost at seasick with a floating on the waves
To join the other flotsam with the ripped up queens and knaves
Queens and knaves, queens and knaves

There lies a lady, she's gone and she's gone
She'll be a fine lady before too long
But I hit her head and she finished her walking
She shouldn't be dead, she was too busy talking
Busy talking, busy talking

They can fill a cup or two and still disturb the peace
It's never made it all the way from shore to shore, from west to east
I read that independence was a lightness in your step
You walked away, I felt so heavy at the start of every day
Every day, every day

I've been waiting an hour and the bus hasn't come
I've been cursing my god for the lack of the sun
I've been ruined by destiny, lowered by fate
And the upshot of this is I'm going to be late
To be late, to be late

Costa a Costa

Entre uma costa a outra, há terra firme
Vida de ilhéus resume-se em uma xícara de rainhas quebradas
Ganhe na loteria rolando através da pipa dos sonhos em um nó
Sinto falta daquele que mictou no muro, o qual esqueci
Esqueci, esqueci

Sou o cavaleiro mascarado, dê-me júbilo
Você nunca me viu, não conhece meu rosto
Ela não era Hattie Caroll, estava frio, era azul
E isso simplesmente aconteceu, não obstante eu ou você
Eu ou você, eu ou você

Fumando papel em bares piscando em carmesim
Bebendo coquetel de vinho ou cottage cream, passam carros de estranhos
Vivo em uma casa de um quarto só, com um telhado de encontro com o céu
Digo a Jesus: "você não pode nos agradar porque você parece um cara muito legal
cara muito legal, cara muito legal"

Ouvimos passageiros cantarolar músicas antigas
E perdemos o que havia de ser perdido, quando não se faz errado
Batidas muito lentas para um funeral
Sem dedilhar de cordas ou pés batendo
Pés, pés

É terrivelmente gracioso de sua parte pensar em mim
Não é tão difícil de ver você fumar cigarros e tomar chá
É o miserável perdido em meio a enjoos no navio flutuando às ondas
Para se juntar a outros destroços com rainhas e valetes rasgados
Rainhas e valetes, rainhas e valetes

Aqui jaz uma moça, ela se foi, foi-se
Ela será uma moça refinada muito em breve
Mas, então, bato em sua cabeça e ela para de andar
Ela não deveria estar morta, estava ocupada demais em falar
Ocupada em falar, ocupada em falar

Eles podem encher apenas um copo ou dois, mas ainda perturbar a paz
Nunca havia ocorrido completamente de costa a costa, oeste a leste
Eu li que a Independência iluminou seus passos
Você fugiu, isso pesou de mais no começo e no fim de todos os dias
Todos os dias, todos os dias

Espero há uma hora e o ônibus ainda não chegou
Tenho xingado o meu deus pela falta de sol
Tenho sido arruinado pelo destino, reduzido pelo acaso
E o resultado disso é que ficarei atrasado
Atrasado, atrasado

Composição: Johnny Flynn
Enviada por Tamires e traduzida por P.. Legendado por Letícia. Revisão por JP.
Viu algum erro? Envie uma revisão.


Posts relacionados

Ver mais no Blog