Samba de Um Nome

Dominguinhos do Estácio

Agora que eu conheço de verdade
Toda a dor de uma saudade
Por perder o que eu perdi
Agora minha vida reduzida

A um restinho de vida
É que eu posso refletir
Agora sei que a gente às vezes pensa
Que uma paixão é intensa

Quando é apenas impressão
A impressão de nome por exemplo
Como de quem tanto tempo
Foi a minha obsessão

Seu nome foi sussurro e poesia
Foi a linda melodia da minha melhor canção
Gorjeio doce de uma cotovia
Que toda vez que eu ouvia

Me abalava o coração
Mas hoje que uma dura realidade
Transformou só em saudade
O bem maior que eu pude ter

Agora afinal que eu posso compreender
Que eu amei foi o seu nome e não você

Composição: Cleber Augusto / Nei Lopes
Enviada por Manuel.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog