Inevitável

DAY

Por que não me fala das noites
De como você via tudo
Será que é como eu imaginei?
Vamos viver tudo outra vez

Por que não me conta teus planos?
De como se vê em alguns anos
Será que é como eu imaginei?
Me surpreende mais uma vez

Me liga quando chegar
Me liga quando achar que não deve ligar
Então vamos devagar
Me avisa quando achar que devemos parar
O que você quiser, me falar o que cê quer fazer
Quando ver que não dá pra ter outro final

Inevitavelmente, não tem como não ser a gente
Inevitavelmente, descompensando o meu inconsciente
Inevitavelmente, não tem como não ser a gente
Inevitavelmente, descompensando o meu inconsciente

Por que cê não passa a noite?
Se não ficar, só não some
Que seja como eu imaginei
Me surpreende mais uma vez

Me liga quando chegar
Me liga quando achar que não deve ligar
Então vamos devagar
Me avisa quando achar que devemos parar
O que você quiser, me fala o que cê quer fazer
Quando ver que não dá pra ter outro final

Inevitavelmente, não tem como não ser a gente
Inevitavelmente, descompensando o meu inconsciente
Inevitavelmente, não tem como não ser a gente
Inevitavelmente, descompensando o meu inconsciente

Eu e você, você e eu, tipo Bonnie & Clyde, Julieta e Romeu
Contrariando tudo, contra o mundo
Vivendo um sonho entre quatro paredes
Ninguém pode com a gente

Inevitável
Inevitável
Inevitavelmente

Composição: Day / Tiê Castro / Los Brasileros
Enviada por Matheus. Legendado por Letícia. Revisões por 4 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog