Podes Sorrir

Carlos Gonzaga

Flor sei que teu amor, meu bem
Não me pertence mais
Hoje sorri pra me ferir
Com as tuas falsidades
Podes sorrir

Sou escravo da amizade
E o amor enfim pode sorrir
De mim

Hoje sorri com a tua ingratidão
A mulher que eu soube amar
Desprezou o meu coração

Hoje, querida
Só me resta uma vontade
De te ver arrependida
Implorando piedade
Pode sorrir

Composição: Doralice Ferreira / J. Santos
Enviada por Nelson. Legendado por Helio.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog