LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Conheça o artista

Gabriel Diniz, mais que um hit: conheça a vida e a carreira do artista

Por Mauro Sérgio Lima

27 de Maio de 2019, às 17:12


O cantor Gabriel Diniz, dono do sucesso Jenifer, foi vítima de um acidente no dia 27 de maio de 2019 e faleceu aos 28 anos. Dono de um sorriso encantador, o campograndense, criado em João Pessoa, viajava para Maceió (AL) para comemorar o aniversário de 25 anos de sua noiva, a psicóloga Karoline Calheiros. O avião em que o cantor estava caiu no povoado Porto do Mato, em Estância, na região sul de Sergipe, e deixou 3 mortos, entre eles, o artista.

Cantor Gabriel Diniz
Créditos: Divulgação

Sua música, que conta a história de um rapaz que conheceu a possível futura namorada no Tinder, foi um hit no Carnaval desse ano, mas Gabriel Diniz era muito mais que um sucesso passageiro. Seu falecimento pode ter interrompido sua promissora carreira, mas nossa lembrança manterá a memória dele viva. Conheça mais da história e das canções desse cantor que levou alegria para milhares de brasileiros.

O forrozeiro sertanejo: origens de Gabriel Diniz

Nascido em Campo Grande (MS) no dia 18 de outubro de 1990, Gabriel Diniz se mudou para Paraíba ainda adolescente e, ali, aflorou seu lado artístico. A música conquistou o então estudante de Engenharia Elétrica e ele criou um grupo chamado Banda de Garagem com os amigos.

Gabriel Diniz e Forró na Farra
Capa de Gabriel Diniz quando cantava com a banda Forró na Farra / Créditos: Divulgaçaõ

Ainda durante a juventude, começou a ser reconhecido na cidade e passou a ser vocalista de outras bandas: Capim Com Mel, Forró Ca Farra e Cavaleiros do Forró. Por fim, ele criou sua própria banda, a Gabriel Diniz e Forró na Farra. Esse gênero, inclusive, é o que definia a carreira do rapaz, ainda que ele passeasse muito bem entre o sertanejo, no mix chamado de forronejo. Suas melodias, sua voz e suas letras se encaixavam nos dois estilos e, com essa versatilidade, ele começou a se tornar um nome muito lembrado nos dois meios.

A vida pré e pós Jenifer

O sucesso nacional veio para Gabriel Diniz quando ele investiu em Jenifer, sua música de trabalho que conquistou cada um de nós logo na primeira ouvida. A canção faz parte do último álbum do cantor, o À Vontade, lançado em 1º de fevereiro de 2019. Antes disso, o artista já contava com oito produções, entre elas LPs ao vivo, de estúdio e 3 EPs. Seu primeiro álbum foi GD At The Park (Ao Vivo) e contou com participações de nomes como Wesley Safadão, Cristiano Araújo e Léo Santana.

https://www.youtube.com/watch?v=D2rG7pXd2LY

Tudo mudou e ganhou mais escala quando o cantor comprou para si a música da moça do Tinder, mas Gabriel Diniz não foi o primeiro a colocar suas mãos na canção.

Antes disso, Gusttavo Lima comprou os direitos de exclusividade de Jenifer, gravou e chegou até mesmo a cantar em um de seus shows. Entretanto, acabou por desistir de lançar a música, já que ainda colhia os frutos de Homem de Família, uma canção com um estilo diferente, mais romântico. Foi nesse momento que entrou Gabriel Diniz e recomprou a produção do sertanejo para fazer dela sua música de trabalho.

Hoje, só no Spotify, Jenifer já tem mais de 60 milhões de reproduções e o clipe no YouTube conta com mais de 235 milhões de visualizações.

Para além do mega hit: conheça outras 10 músicas do cantor

Quem ouviu apenas Jenifer no rádio ou em alguma playlist de streaming pode não ter procurado outras produções de Gabriel Diniz. Caso seja alguém mais próximo do sertanejo do que do forró, o mesmo pode ter acontecido.

Por isso, selecionamos dez músicas dele para que você entenda a energia que o artista carregava dentro de si. São músicas animadas e também românticas, que cumprem o que Gabriel mais queria: levar felicidade e conforto para todos aqueles que entravam em contato com sua arte.

Teus Olhos

Nem só de paquera do Tinder eram as músicas do artista. Em Teus Olhos ele canta sobre estar apaixonado e ter dificuldade de ficar longe da mulher amada. Em uma parte da canção, os seguintes versos são entoados:

Ah, se teus olhos pudessem ver
Que na minha mente só dá você
Mas quando é noite te chamo e choro
Daria a minha vida pra te ver

Safadezinha

O bom humor era marca registrada de Gabriel e em Safadezinha a gente consegue ver isso, tanto na melodia quanto na letra. Com nenhuma vergonha de ser direto, ele fala sem rodeios o que pretende com o encontro marcado.

Imagine aí
Nós dois lá em casa, na minha cama de conchinha
Acordando cedo pra fazer safadezinha
Na cama, na parede, enlouquecendo a vizinha

Como é possível ver no clipe, a vizinha pode não ter gostado, mas essa música, presente no álbum À Vontade, também estava prestes a se tornar um hit.

Acabou Acabou (Quando Eu Digo Que Acabou) (part. Wesley Safadão)

Mesmo com seu bom humor, GD (apelido do cantor) também falava sério em algumas músicas e em Acabou Acabou (Quando Eu Digo Que Acabou) ele deixa bem claro que não aceita traição. Com a participação de Wesley Safadão, essa música faz parte de Gabriel Diniz Na Ilha (Ao Vivo), projeto em que o cantor fez um show em um lugar afastado e cercado de beleza natural.

Essa canção é para quem quer dar um ponto final em uma relação que já não existe mais confiança entre as partes. É a aquela força que vem quando é preciso terminar tudo de vez.

Não me diga que eu não avisei
Não foi uma, nem duas, nem três
Falei sério e você brincou
Mas quando eu digo que acabou
Acabou

Aquilo Que Nunca Me Deu

Também de seu último álbum, e fazendo dobradinha com Jenifer na disposição das faixas, Aquilo Que Nunca Me Deu traz novamente a sinceridade de Gabriel Diniz.

Ele solta para a ex-companheira:

Se meu coração se acostumar solteiro
Se minha boca encaixar em outro beijo
Não vai dizer que se arrependeu
Ganhou sua liberdade e me perdeu
Não espere de mim aquilo que nunca me deu

Como em outras composições, aqui também não tem meias palavras.

Paraquedas

Nem mesmo um paquerador está imune às artimanhas do amor e a paixão pode acontecer quando menos se espera. Em Paraquedas, GD fala da sensação de ser surrupiado por esse sentimento que é muito mais forte do que a razão. Para ele, é bem assim:

E quando eu notei, já era
Caí de paraquedas
Eu tinha tanto espaço
Fui pousar logo no seu abraço

100 Outonos

Essa música é uma espécie de balada que ganha uma melodia mais animada na hora do refrão e assim permanece. 100 Outonos narra a história de um rapaz que percebe como a mulher pela qual ele está apaixonado não é feliz em seu relacionamento com outro homem. O cantor espera que ela perceba que ele, que está ao seu lado, a faria mais feliz.

Se você deixasse o seu namorado
E olhasse só um pouquinho aqui pro lado
Veria que ele é o cara errado
Eu tô aqui, é só olhar pro lado

Foi o Amor

Sabe aquela sensação que a gente tem quando se acha muito sortudo em um relacionamento? Gabriel Diniz diz que nas vezes que isso acontece, Foi o Amor que escolheu as duas pessoas para estarem juntas.

Com uma melodia agitada, essa canção na verdade é uma forma muito romântica de olhar para o companheirismo que existe em um casal.

Pouca Roupa (part. Luíza e Maurílio)

Junto com Luíza e Maurílio, uma dupla sertaneja do Maranhão, Pouca Roupa é uma canção sensual sobre passar uma noite de amor com alguém. As vozes dos três se juntam para mostrar a força do fogo de uma paixão.

Me joga contra a porta do banheiro
Pega e bagunça o meu cabelo
E fala sussurrando em meu ouvido
Que vai fazer amor comigo

Reapaixonar

É comum que uma relação passe por alguns momentos em que as coisas ficam mais mornas, mas isso não é nada para se preocupar. GD sabe bem que é apenas uma fase e momentos melhores virão. Por isso, em Reapaixonar, ele canta que não quer que sua parceira mude qualquer coisa nela para o agradar.

Não muda nada no seu jeito
Essa má fase vai passar
Deixa, que o tempo vai fazer a gente reapaixonar

Ele fala para acalmar o coração da amada. Afinal, apaixonar-se novamente pela mesma pessoa é muito bom e faz parte do que vivemos com o outro.

Impossível Te Odiar

Quando a gente ama pode acontecer de ficarmos mais suscetíveis a perdoar quem está ao nosso lado. Na paixão é o mesmo e, ao invés de se envergonhar disso, Gabriel Diniz colocou no mundo uma música que traduz perfeitamente esse sentimento.

Com sua já conhecida honestidade lírica, ele canta

Eu tinha esquecido
Que um dia já me fez sofrer
Mas eu sofro de novo
Se é pra sofrer com você

Não teria outro nome para essa música que não Impossível Te Odiar.

Amigos homenagearam Gabriel Diniz nas redes sociais

Querido por muitas pessoas, GD recebeu muitas homenagens de amigos nas redes sociais devido a seu falecimento. São pessoas que já cantaram com ele ou desenvolveram uma amizade por causa da proximidade profissional.

A apresentadora Fátima Bernardes relembraram em fotos as participações de Gabriel em seus programas.

Rodrigo Faro e Serginho Groisman também fizeram suas homenagens.

As mulheres do sertanejo se lembraram de GD. Simone, da dupla Simone e Simaria e Marília Mendonça foram algumas delas.

Gusttavo Lima e Luan Santana abriram espaço em suas redes sociais para prestar homenagem a Gabriel Diniz, como pessoa e como profissional.

View this post on Instagram

O nome dele é… GABRIEL DINIZ 😢🙏🏼

A post shared by Luan Santana (@luansantana) on

O falecimento repentino do promissor cantor mexeu com todos aqueles que compartilharam momentos com a música dele. Família, amigos, admiradores e fãs merecem muito conforto nesse momento tão difícil. Estamos com vocês.

Para homenagear a vida e a arte de Gabriel Diniz, você pode relembrar a carreira dele por meio de suas canções nessa playlist especial que criamos.

Playlist "As melhores do Gabriel Diniz"