Dicas de idiomas

Músicas para aprender inglês: Katy Perry

Por Raquel Hespanhol

15 de Janeiro de 2021, às 12:00


Você já parou para pensar que seu artista favorito pode fazer a diferença no seu aprendizado? Ou, melhor ainda: já pensou em aprender inglês com a Katy Perry? 😍

É por isso que gostamos tanto de te ajudar a aprender inglês com música. Essa é uma das formas mais interessantes e divertidas de fixar o conteúdo aprendido!

Para as dicas de hoje, contaremos com a ajuda da nossa querida California Girl. Tudo pronto? Então vamos lá!

Músicas para aprender inglês com a Katy Perry

Para afiar o seu inglês, preparamos uma lista com 5 músicas da Katy Perry! 

Com essas dicas, você vai aprender mais sobre would, verbos irregulares no simple past, future, imperative e there is

The One That Got Away

The One That Got Away fala sobre como as coisas seriam se ela ainda estivesse ao lado da pessoa que ama. Por isso, ela usa frequentemente o verbo modal would

O would equivale ao futuro do pretérito do indicativo. Esse tempo verbal é aquele usado para falar de hipóteses e expressar dúvidas e incertezas. 

In another life, I would be your girl (Em outra vida, eu seria sua garota)
We‘d keep all our promises, be us against the world (Nós manteríamos todas as nossas promessas, seriamos nós contra o mundo)
In another life, I would make you stay (Em outra vida, eu te faria ficar)

Não se esqueça que o would pode aparecer em forma de contração. Nesse caso, ele é representado por ‘d, como você pode ver na segunda linha do trecho.

Roar

O simple past (ou passado simples) é muito usado no inglês, já que é com ele que conseguimos falar sobre ações que aconteceram no passado e que já foram concluídas.

Em Roar, a Katy usa esse tempo verbal o tempo todo. Take a look:

I guess that I forgot I had a choice (Acho que eu esqueci que tinha uma escolha)
I let you push me past the breaking point (Deixei você me empurrar além do ponto)
I stood for nothing, so I fell for everything (Suportei por nada, então eu caí por tudo)

Nesse trecho, todos os verbos são irregulares. Isso significa que eles fogem à regra e, por isso, memorizá-los pode ser um desafio. Com a música, fica bem mais fácil lembrar deles!

Mas, há um outro tipo de conjugação verbal no simple past: a regular. 

Com ela, os verbos seguem a seguinte regra:

  • Os terminados em consoante: verbo + ed (start – started
  • Já os terminados com a letra e: verbo + d (dance – danced)
  • E os terminados em consoante + y: verbo sem o y + ied (study – studied)

Para saber se um verbo é regular ou não, consulte uma tabela de verbos irregulares. Se ele não estiver listado, basta aplicar a regra do ed!

Rise

Uma das maneiras de falar do futuro na língua inglesa é utilizando a palavra will. Em Rise, podemos observar essa expressão de três formas:

I know it, I know it (Eu sei, eu sei)
And I will not negotiate (E eu não negociarei)
I‘ll fight it, I’ll fight it (Eu lutarei, eu lutarei)
I will transform (Eu transformarei)

Como você pode ver no exemplo, utiliza-se will + verbo na afirmativa. Na negativa, will + not + verbo (você pode substituir will not pela contração won’t).

Caso opte por usar uma contração, a palavra will pode ser representada por ‘ll para todas as pessoas (I’ll, you’ll, he’ll, she’ll, it’ll, we’ll, you’ll, they’ll).

5 músicas com simple future para facilitar seus estudos

Chained To The Rhythm

Chained To The Rhythm é uma música que te dá dicas de como se conectar com a música e se divertir. Para isso é usado o imperativo, uma estrutura associada a ordens, instruções e comandos.

Na língua inglesa, o imperativo tem uma estrutura bem simples: verbo no infinitivo + complemento. Em outras palavras, é como se a frase estivesse no presente, mas sem o sujeito. Olha só:

So put your rose-colored glasses on (Então coloque seus óculos cor de rosa)
And
party on (E festeje)
Turn it up, it’s your favorite song (Aumente o volume, é sua música favorita)
Dance, dance, dance to the distortion (Dance, dance, dance com a distorção)
Turn it up, keep it on repeat (Aumente o som, coloque para repetir)

Se você quiser utilizar o imperativo na negativa, a estrutura é don’t + verbo + complemento:

Open the window! (Abra a janela!) X Don’t open the window! (Não abra a janela!)

Last Friday Night (T.G.I.F.)

Na língua portuguesa, usamos o verbo ter como sinônimo de haver, indicando existência. Porém, não podemos utilizar o verbo have dessa forma no inglês. 

Para isso, utilizamos a expressão there + verbo to be. Olha só esse trecho de Last Friday Night (T.G.I.F.):

There’s a stranger in my bed ( um estranho em minha cama)
There’s a pounding in my head ( uma dor em minha cabeça)
Glitter all over the room (Glitter por todo o quarto)
Pink flamingos in the pool (Flamingos rosa na piscina)

Para dizer que há algo em algum lugar, nunca utilize o verbo have! Use sempre there is (para o singular) e there are (para o plural).

Gostou de aprender inglês com a Katy Perry?

Se você é fã de pop, não deixe de conferir essa lista com 6 músicas pop em inglês para aprender o idioma! Estudar inglês se transforma em diversão quando a gente envolve a música no processo! 

Inglês com música pop

Receba os melhores posts do blog em seu e-mail

Assine a newsletter gratuitamente

Por favor, insira um e-mail válido.

Obrigado por assinar a nossa newsletter! 😊

Ops, rolou um erro na inscrição. Tente novamente mais tarde.