Vida de cabloco

Banda Magníficos

Veja eu moço que triste situação
Na minha história que eu tenho pra contar
Dessas histórias que acontecem no sertão
Dessa vida de cabloco o sol a castigar
O sofrimento bate forte no meu peito
Não há conceito pra homem trabalhador

Somente terra, enxada ou enxadeco
Pisando o sol ardente
Um par de Cassuá

Foi aí que fiz minha oração
Pro padim Ciço Romão me ajudar

Eu agora só tenho em casa
Cachorro vira-lata, uma rede pra deitar
Uma burra velha com dois Cassuá
Uma parea de roupa
Pra ir trabalhar
Até a minha amada
Pegou a estrada e me abandonou
saiu sem destino e nunca mais voltou
Me deixando tristesa, sofrimento e dor

Te dei o meu amor
Te dei meu coração
E você me deixou na solidão(2x)

Composição: José Willame / Vital Barbosa
Enviada por Aline.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Banda Magníficos

Ver todas as músicas de Banda Magníficos