Liberdade

3030

Todas as ilusões
Não vão me confundir jamais
Hoje já não espero sinais
Pra viver minha verdade
Todas as convicções de antes já não me prendem mais
Lá no fundo eu só ouço a voz
Gritando Liberdade
Liberdade

Oh Jah
Me dê coragem pra deixar pra trás
Tudo aquilo que não soma mais
Baseado nos fatos reais da minha vida
Me concentrei em buscar a saída
Na plena verdade divina
Que é infinita e flui, flui, flui

Oh Jah
Me dê coragem pra me libertar
Das amarras da minha mente
Pra que seja confluente
Como se fosse um instinto do que a gente sente
E a alma siga sempre livremente
Seguindo o seu caminho sempre em frente
E a voz do coração não mente, não mente

Todas as ilusões
Não vão me confundir jamais
Hoje já não espero sinais
Pra viver minha verdade
Todas as convicções de antes já não me prendem mais
Lá no fundo eu só ouço a voz
Gritando liberdade

Eu vou deixar
Minha porta aberta pra você buscar
Toda liberdade onde você quiser
E a sua vibração reconheça
Pra recomeçar

Eu vou deixar
Minha porta aberta pra você buscar
Toda liberdade onde você quiser
E a sua vibração reconheça
Pra recomeçar

Mudaram-se as estações
Mas nas estações daqui, nada mudou
Principalmente nas do metrô
Segurança que bate no camelô
A polícia que bate em trabalhador
Mas não vê a dor, isso me abalou
O racista que julga só pela cor
E tu quer falar que isso já acabou

Composição: Bruno Chelles / Hélio Bentes / Rod 3030 / LK 3030
Enviada por Vanessa. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog