Por Onde Começar

ZéVitor

Mulher, eu nem sei por onde começar
A te dizer tudo teu que pode me encantar
Enlouqueci e agora eu só faço cantar
Inspirado em ti fiz mais canções que quadros Renoir

E eu nem sei mais aonde ir
É tudo tão estranho sem te ter
O riso não é o mesmo sem rir
Dividindo a gargalhada com você

E eu não me canso de sorrir
Profundidade em nosso ser
Seja o que for que esteja por vir
Foi tão bom te conhecer

Mas, se eu puder escolher, eu te quero aqui
Se for aceitar e me ver, estarei a sorrir
Leve a levitar
E o melhor lugar do mundo nunca foi um lugar

E mulher, eu nem sei por onde começar
A te dizer tudo teu que pode me encantar
Enlouqueci e agora eu só faço cantar
Inspirado em ti fiz mais canções que quadros Renoir

Dê uma chance pra nós
Quem sabe a paisagem não revela Monet
Ou o nosso amor imita Van Gogh
E, pra ser reconhecido, precisa morrer?

Por mais que seja impossível
Essa persistência da memória
Pra não ser imprevisível
O surrealismo da nossa história

Alameda no Outono
E caminho pra chegar
E ver o degelo escorrer dos troncos
Dos álamos do nosso olhar

Mulher, eu nem sei por onde começar
A te dizer tudo teu que pode me encantar
Enlouqueci e agora eu só faço cantar
Inspirado em ti fiz mais canções que quadros Renoir

Mulher, eu nem sei por onde começar
A te dizer tudo teu que pode me encantar
Enlouqueci e agora eu só faço cantar
Inspirado em ti fiz mais canções que quadros Renoir

Que quadros Renoir
Inspirado em ti fiz mais canções que quadros Renoir
Que quadros Renoir
Inspirado em ti, canções eu vou pintar

Composição: ZéVitor
Enviada por Evanildo. Revisão por La_Castro.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog