Lua Em Escorpião

ZéVitor

Nem na ficção desistimos
Dói tanto ver que nos pertencemos
Criadores do amor que construimos
Nós sempre lembraremos

Se não a ela pra quem vou dedicar
O coração não fala, não diz e não quer cantar
O sorriso se sai é só pra disfarçar
Mascarando a lágrima, que iria derramar

O mundo é imenso demais
Acalma o coração por favor
Você que é intenso demais
E aperta sufocando o seu amor

O mundo é imenso demais
Acalma o coração por favor
Você que é intenso demais
E aperta sufocando o seu amor

Até um tempo não entendi o que fez
Impedindo nosso amor mais uma vez
E outra vez, bem me quer ou mal me quer
Arrancou as pétalas, de uma flor qualquer

Difícil não lembrar, do amor
Que não se vai, do ato de distanciar
Há meses que ficou a me perguntar
Quando será que a minha tristeza vai cessar

Vai passar será que um dia você vai passar
Ou será que dia a dia essa saudade, vai me torturar
E voltar, olha pro lado e você não tá lá
Eu agarrado em uma ilusão de você ficar

O mundo é imenso demais
Acalma o coração por favor
Você que é intenso demais
E aperta sufocando o seu amor

O mundo é imenso demais
Acalma o coração por favor
Você que é intenso demais
E aperta sufocando o seu amor

Ao olhar a melancolia de frente
E mergulhar nas águas termais
Da mente renascer

Quanta dor o peito sente
Ao se doar e acreditar
No amor da gente

E acreditar no amor da gente
Você que é intenso demais
Acalma o coração por favor


Posts relacionados

Ver mais no Blog