Chama Violeta

ZéVitor

Do que adianta, em termos de amor
Esquecer da lição que o coração falou
Negar a ouvir e calar nossa voz
Não deixar sair o que grita pra nós

E é bom te abraçar, tentou não ceder
Olha as loucuras que a vida pode conter
E, se em rótulos nosso amor não couber
Veja então, mulher, o nosso novo florescer

O tempo não é o limite do céu
E eu tô voando nas estrelas que levam a ti
Momentos dizem ser olhar ao léu
Mas nossas maneiras não nos deixam mentir

É amor de cinema, trilha de novela
Roteiro de filme, história cigana
O mais lindo poema, fizeram pra ela
Teu olhar me fisga teu beijo me chama

É chama violeta, ametista da terra
Flor de lis, me apaixonei e já era
Nossos beijos são presentes de hera
Imperatriz

A sós eu escuto a noite dizer que você
Falou pras estrelas de outro alguém
Não preciso tentar entender
E corro pro mar pro meu próprio bem

Lhe contar e pedir ao ser que contem
Todas as lágrimas do mundo em si
O conselho real, que me faria bem
E diz ser fatal o que eu senti

O tempo não é o limite do céu
E eu tô voando nas estrelas que levam a ti
Momentos dizem ser olhar ao léu
Mas nossas maneiras não nos deixam mentir

É amor de cinema, trilha de novela
Roteiro de filme, história cigana
O mais lindo poema, fizeram pra ela
Teu olhar me fisga, teu beijo me chama

É chama violeta, ametista da terra
Flor de lis, me apaixonei e já era
Nossos beijos são presentes de Hera
Imperatriz meu tarô gosta dela

O Sol girou, se ergueu ao céu ao som do nosso amor
O Sol brilhou, sempre fiel, tom sobre tom e ela gostou

Composição: ZéVitor
Enviada por Evanildo. Legendado por -LUI.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog