Aconteceu

ZéVitor

Aconteceu o que ia acontecer
Entre nós sempre podemos dizer
Deixe pra trás o que possa nos perder
Vai que esse amor vem nos surpreender

A grande arma da vida é saber amar
E o grande mal do amor é levar a má fama
De pessoas que se perdem nesse caminhar
Porque os derivados do fim a muitos engana

Eu tô cansado, mas de consciência limpa
O que me afligia, não me aflige mais
Tudo é tão chato, você é diferente, poxa, fica
Todos são tão iguais

Quem sou eu pra evitar virar e correr
Não querer mais ficar e quase enlouquecer
Sem querer me apegar, universo traz você
Ainda me faz te encontrar, quem iria prever

E o inferno mental, minha alma pede calma
O coração impulsivo, e o amor só ressalta
Tudo quase impossível, memória não se acalma
Tempo imprevisível aquele que nada abala

Sua resposta invisível, indivisível
O ego pseudo-invencível não é mais compatível
Criou um abismo instransponível
Tão, tão distante, seu amor diluível

Cheio de devaneio, amor de veraneio
Raios e tempestades
Vazio cheio... Delírio perfeito
Hostes e potestades

Aconteceu o que ia acontecer
Entre nós sempre podemos dizer
Deixe pra trás o que possa nos perder
Vai que esse amor vem nos surpreender

Composição: ZéVitor
Enviada por Evanildo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog