Para que ser um cativo
Se um dia serei pó
É por isso que não vivo
Para uma mulher só
Tem dó

Sou igual um colibri
Na floresta do amor
Cada dia um novo galho
Beijando uma nova flor

Cada noite um novo ninho
Pra não cair na rotina
Saudade não me atrai
E paixão nenhuma mais me domina
Saudade não me atrai
E paixão nenhuma mais me domina

Para que ser um cativo
Se um dia serei pó
É por isso que não vivo
Para uma mulher só
Tem dó

A vida não tem retorno
A morte não manda abismo
Quem despreza a liberdade
É porque não tem juízo

Enquanto eu tiver vida
Eu quero viver amando
Em cada canto do mundo
Tem sempre uma mulher sobrando
Em cada canto do mundo
Tem sempre uma mulher sobrando

Para que ser um cativo
Se um dia serei pó
É por isso que não vivo
Para uma mulher só
Tem dó

Composição: Jesus Belmiro / Paraíso
Enviada por PEDRO.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Ze do Cedro e João do Pinho

Ver todas as músicas de Ze do Cedro e João do Pinho