A Mi Ritmo

Zahara

Original Tradução Original e tradução
A Mi Ritmo

Lejos de la gente que me dice lo que debo y no debo hacer
Bebo de todos sitios, recorro mis caminos, no me baño en miel.

Y no tengo prisa por llegar…
Estoy a gusto en mi pared.

Ciega de mirar, cansada de observar, muda de ver
Me pienso y me equivoco, me elevo cuando toco, me hago renacer
Prefiero mi carril, reniego del subir sin comprender.
Mis pies crecen del suelo, necesitan estiércol para florecer.

Y no tengo prisa por llegar…
estoy a gusto en mi pared.,
ya irá creciendo mi pared

Y voy… a mi ritmo voy. Yo voy, voy, voy… vooooy…

No juego en loterías, ni crecen margaritas de mi piel.
Si pierdo las batallas me lamo las heridas, me inyecto la fe

Porque no tengo prisa por llegar
Ya ira creciendo mi pared.
Yo estoy a gusto en mi pared

Y voy… a mi ritmo voy, yo voy, voy, voy… vooooy…

Ao Meu Ritmo

Longe das pessoas que dizem o que devo e o que não devo fazer
Bebo de todos lugares, ando por meus caminhos, não tomo banho em mel.

E não tenho pressa pra chegar...
Estou a gosto em minha parede.

Cega de olhar, cansada de observar, muda de ver
Penso e me equivoco, me elevo quando toco, me faço renascer
Prefiro minha pista, renego à escalada sem compreender.
Meus pés crescem do solo, necessitam de adubo para florescer.

E não tenho pressa pra chegar...
Estou a gosto em minha parede.
E minha parede vai crescer

E vou... ao meu ritmo vou. Eu vou, vou, vou... voooou...

Não jogo em loterias, nem crescer margaridas da minha pele.
Se perco as batalhas lambo as feridas, eu injeto a fé

Porque não tenho pressa pra chegar...
E minha parede vai crescer.
Estou a gosto em minha parede.

E vou... ao meu ritmo vou, eu vou, vou, vou... voooou...

Enviada por Bruna e traduzida por Lucas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Zahara

Ver todas as músicas de Zahara