Mediocre

Ximena Sariñana

Original Tradução Original e tradução
Mediocre

Son las hojas que escribí ayer,
El lenguaje que quedó en tu piel.
Fue la tinta a toda intencion
De dejarte lo que soy.

Poco a poco
Ganó mi ocio
Cuando veo ya no estás y me quedé hasta el final.

Y me creí tan especial
Qué ingenua mi torpeza
Y me sentí tan esencial
Qué ingenua mi vergüenza.

Me olvidaste,
Por mi parte,
Qué mediocre.

Me encanta escucharte hablar
Qué elegancia hacerte sentir mal
Sólo quiero que quisieras hoy
Demostrarte lo que soy.

Poco a poco
Ganó mi odio
No quisiste algo más y me quedé hasta el final.

Me creí tan especial
Qué ingenua mi torpeza
Y me sentí tan esencial
Qué ingenua mi vergüenza.

Me olvidaste,
Por mi parte,
Qué mediocre.

Medíocre

São as folhas que escrevi ontem,
A linguagem que ficou na sua pele.
Foi a tinta a toda intenção
De te deixar o que sou.

Pouco a pouco
Ganhou meu ócio
Quando vejo você já não está e eu fiquei até o final.

E eu me achava tão especial,
Que ingênua minha lerdeza.
E eu me senti tão essêncial,
Que ingenua minha vergonha.

Você me esqueceu,
Pela minha parte,
Que medíocre...

Adoro te escutar falar
Que elegância te fazer sentir mal.
Só quero que você quisesse hoje
Te demonstra o que eu sou.

Pouco a pouco
Ganhou meu ódio
Mão quis nada mais e eu fiquei até o final.

E eu me achava tão especial,
Que ingênua minha lerdeza.
E eu me senti tão essêncial,
Que ingenua minha vergonha.

Você me esqueceu,
Pela minha parte,
Que mediocre...

Composição: Ximena Sariñana
Enviada por daniela. Legendado por Yahely. Revisão por Alisson.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog