It's All Futile! It's All Pointless!

Wilbur Soot

Original Tradução Original e tradução
It's All Futile! It's All Pointless!

I lost the passion that comes with living
Since I started university
I took a geography course to learn the datelines
And maybe use a sextant
But now I just press facsimiles

And you're exactly who you wanted to be
That's what you said
'Cause you wanna watch TV and sleep all day and lay in bed but
You're forgetting that I've got to go to work and eat my food
And pay my rent and reproduce and feed those kids
And maybe use a sextant

I don't miss you
I miss the thought of what we were

This is the part where I shut up and let you infest my brain
Wrap your arms around my cortex, dig you in and let you drain
You'll never get rid of me, oh I'm like a fucking disease
I'll make a home in your gut
'Cause it's somewhere warm to sleep

What was your thought when you realised
You'll never feel naive love again?
Was it pain or was it sickness?
Were you proud of who you'd been?
The shyness waiting for his phone calls
Replaced by apathy 'n' dating apps
You held his hands, it felt like flying
Now he's just another man

You'd rather he was inside than beside you
But he's talking marriage and a future
He's picking a lock he doesn't go into
Less knife in a wound, he's a suture

I don't miss you
I miss the thought of what we were

This is the part where I shut up and let you infest my brain
But it's okay, it's a strategy to ensure I remain
You'll never get rid of me, well I'm like a fucking disease
I'll make a home in your gut
'Cause it's somewhere warm to sleep

It's okay
It's okay

Eat my rent and eat my food
And eat my dues and eat those kids
And maybe use a sextant

É Tudo Fútil! É Tudo Inútil!

Eu perdi a paixão que vem com a vida
Desde que comecei a universidade
Eu fiz um curso de geografia para aprender as datas
E talvez usar um sextante
Mas agora eu apenas faço fac-símiles

E você é exatamente quem você queria ser
Foi o que você disse
Porque você quer assistir TV e dormir o dia todo e deitar na cama, mas
Você está esquecendo que eu tenho que ir trabalhar e comer minha comida
E pagar meu aluguel, e reproduzir, e alimentar aquelas crianças
E talvez usar um sextante

Eu não sinto sua falta
Eu sinto falta de pensar no que éramos

Esta é a parte onde eu me calo e deixo você infestar meu cérebro
Envolva seus braços em volta do meu córtex, se cave e se deixe drenar
Você nunca vai se livrar de mim, oh, eu sou como a porra de uma doença
Eu vou fazer um lar em seu intestino
Porque é um lugar quente para dormir

Qual foi o seu pensamento quando percebeu
Você nunca mais sentirá um amor ingênuo?
Foi dor ou foi nojo?
Você estava orgulhosa de quem você foi?
A timidez à espera de seus telefonemas
Substituído por aplicativos de namoro e apatia
Você segurou as mãos dele, parecia que estava voando
Agora ele é apenas outro homem

Você prefere que ele esteja dentro do que ao seu lado
Mas ele está falando de casamento e um futuro
Ele está abrindo uma fechadura que ele não encaixa
Menos faca em uma ferida, ele é uma sutura

Eu não sinto sua falta
Eu sinto falta de pensar no que éramos

Esta é a parte onde eu me calo e deixo você infestar meu cérebro
Mas está tudo bem, é uma estratégia para garantir que eu permaneça
Você nunca vai se livrar de mim, bem, eu sou como a porra de uma doença
Eu vou fazer um lar em seu intestino
Porque é um lugar quente para dormir

Tudo bem
Tudo bem

Comer meu aluguel e comer minha comida
E comer minhas dívidas e comer aquelas crianças
E talvez usar um sextante

Composição: Wilbur Soot
Enviada por Androide e traduzida por lillo. Legendado por lillo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog