These Black Claws (feat. SHAHMEN)

VOLA

Original Tradução Original e tradução
These Black Claws (feat. SHAHMEN)

I’ve been approaching the surface for a year
I’ve seen emotions derail and disappear
Go feed the colorful snakes outside, she said to me
Go break your colorful bones in a fight, she begged of me

We are returning to the ominous
We are a lost cause
We are committing to the dominance
Of these black claws

I try to smile when I get bad news
Figure if there is any good left, I'll get that too
The blood is red but the veins are blue
And my bones are every color on the spectrum between the two
I squeeze through the cells that we've been locked in
Kinda high from the loss of the oxygen
Headrush, flushed, dropping dead weight
My canine scrapes the last crumbs off my bread plate
Just head straight
No maps or no atlas
No matter how the road curves don't end up backwards
Black birds circle brown dirt for the big worms
My bad dream catcher hangs high as it twist turns
Cities burn a bad smoke
It makes my eyes itch
But front row seats to apocalypse are priceless
Life is hanging here in these black claws
Staring at a white sky full of black stars

We are returning to the ominous
We are a lost cause
We are committing to the dominance
Of these black claws

One straw in the drain
One word that you failed to sustain
One straw in the drain
One word that you failed to sustain
One straw in the drain
One word that you failed to sustain
One straw in the drain
One word that you failed to sustain

Someone stranded empty handed

One straw in the drain
One word that you failed to sustain
One straw in the drain
One word that you failed to sustain
One straw in the drain
One word that you failed to sustain
One straw in the drain
One word that you failed to sustain

We are returning to the ominous
We are a lost cause
We are committing to the dominance
Of these black claws

We are returning to the ominous
We are a lost cause
We are committing to the dominance
Of these black claws

Essas Garras Negras (feat. SHAHMEN)

Estou aproximando da superfície há um ano
Eu vi emoções descarrilar e desaparecer
Alimente as cobras coloridas lá fora, ela me disse
Quebre seus ossos coloridos numa briga, ela me implorou

Estamos retornando ao sinistro
Somos uma causa perdida
Estamos nos comprometendo com o domínio
Dessas garras negras

Tento sorrir quando recebo más notícias
Descobrir se sobrou alguma coisa boa, vou pegar isso também
O sangue é vermelho, mas as veias são azuis
E meus ossos são de todas as cores do espectro entre as duas
Eu me espremo através das celas em que estávamos trancados
Meio perdido com a falta de oxigênio
Impetuoso, inchado, largando peso morto
Meu canino raspa as últimas migalhas do meu prato de pão
Apenas sigo em frente
Sem mapas ou atlas
Não importa como as estradas se curvam elas não terminam para trás
Abutres circulam a sujeira para os vermes grandes
Meu apanhador de pesadelos pendurado gira e contorce
Cidades queimam uma fumaça ruim
Faz meus olhos inflamarem
Mas assentos na primeira fila para o apocalipse não têm preço
A vida está pendurada por garras negras
Olhando para um céu branco cheio de estrelas negras

Estamos retornando ao sinistro
Somos uma causa perdida
Estamos nos comprometendo com o domínio
Dessas garras negras

Uma palha no ralo
Uma promessa que você falhou em cumprir
Uma palha no ralo
Uma promessa que você falhou em cumprir
Uma palha no ralo
Uma promessa que você falhou em cumprir
Uma palha no ralo
Uma promessa que você falhou em cumprir

Alguém se perde de mãos vazias

Uma palha no ralo
Uma promessa que você falhou em cumprir
Uma palha no ralo
Uma promessa que você falhou em cumprir
Uma palha no ralo
Uma promessa que você falhou em cumprir
Uma palha no ralo
Uma promessa que você falhou em cumprir

Estamos retornando ao sinistro
Somos uma causa perdida
Estamos nos comprometendo com o domínio
Dessas garras negras

Estamos retornando ao sinistro
Somos uma causa perdida
Estamos nos comprometendo com o domínio
Dessas garras negras

Composição: Asger Mygind / Brandon Lee Stratton
Enviada por rodrigo e traduzida por Adalberto. Revisão por Adalberto.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de VOLA

Ver todas as músicas de VOLA