Fool's Mate

VOCALOID

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Fool's Mate

If I were a noble man
I would stand on the edge of the world as it faded out
I would never look away

And if I were a better man
I would hold in my hand the key to save them all
I would throw it all away

Slowly the voices of life after life
Fill my heart with a silent song
Time after time I will listen to them fall
As the world tears itself apart

Mother, please forgive me
Father, I'm a good man
I just want to let go
I don't know if I can

All of my regrets are
Coming back to haunt me
Digging in my mind and
Staying there to taunt me

Say you'll never let go
Tell me what I don't know
I want to forget, though
I can never know, so

Mother, please forgive me
Father, I'm a good man
What have I done now?
What have I done now?

If I were a gentle man
I would free all the monsters that I've gone and locked away
I would pry them from their chains

And if I were a mortal man
I would save all the people that I've gone and hurt for naught
I would see another day

But that's not me, I am not a human man
I'm a monster by my own hand
Time after time I will be there to regret
All the choices I've ruined in a life long past

And I don't know what I've done to deserve this curse
That I've only brought upon myself
Say what you will, I have heard it all before
Now I just want these memories to let me go

O companheiro do tolo

Se eu fosse um homem nobre
Eu ficava na beira do mundo como ele desapareceu
Eu nunca ficaria afastado

E se eu fosse um homem melhor
Eu segurava na minha mão a chave para salvá-los todos
Gostaria de jogar tudo fora

Lentamente as vozes de vida após a vida
Encha meu coração com uma canção silenciosa
Vez após vez eu vou ouvi-los cair
Enquanto o mundo rasga-se distante

Mãe, por favor me perdoe
Pai, eu sou um homem bom
Eu só quero deixar ir
Eu não sei se eu puder

Todas as minhas tristezas são
Voltando para me assombrar
Cavando em minha mente e
Ficar lá para me insultar

Digamos que você nunca vai deixar ir
Diga-me o que eu não sei
Quero esquecer, embora
Eu nunca pode saber, por isso,

Mãe, por favor me perdoe
Pai, eu sou um homem bom
O que eu fiz agora?
O que eu fiz agora?

Se eu fosse um homem gentil
Eu iria libertar todos os monstros que eu fui e trancados
Eu erguer-los de suas cadeias

E se eu fosse um homem mortal
Gostaria de salvar todas as pessoas que eu fui e ferem para nada
Gostaria de ver outro dia

Mas isso não é comigo, eu não sou um homem humano
Eu sou um monstro por minha própria mão
Vez após vez eu vou estar lá para lamentar
Todas as escolhas que eu ruínas de uma longa vida passada

E eu não sei o que eu fiz para merecer essa maldição
Que eu só trouxe sobre mim mesmo
Diga o que quiser, eu ouvi tudo isso antes
Agora eu só quero essas memórias para me deixar ir



Posts relacionados

Ver mais no Blog