Amapolita Blues

Viva Belgrado

Original Tradução Original e tradução
Amapolita Blues

El sol entraba por el parabrisas del coche
Tú conducías con mi mano en la rodilla
Y te veías tan bien toda cubierta en tatuajes
Con las amapolas de fondo adornando el paisaje

Prensamos las hojas dentro de un libro
Era el de Litvinova, a veces aún lo busco
¿Recuerdas que nunca me lo devolviste?

Yo me quitaba la ropa como si quitara la pena
Tú me agarrabas diciendo
¿Ves que últimamente solo eres sombra y rencor?
En la puerta del parking dijiste:
Aunque me quieres, no me deseas

No volvimos a vernos

Era invierno y el frío truncaba el motor de mi coche
Sentado miraba mi aliento y entonces lo vi claramente
Tal vez no me importa lo suficiente

Poppy Blues

O Sol entrava pelo para-brisa do carro
Você dirigia com a minha mão no seu joelho
E você parecia tão bem, toda coberta de tatuagens
Com as papoulas ao fundo decorando a paisagem

Nós prensamos as folhas dentro de um livro
Era o da Litvinova, às vezes ainda procuro por ele
Lembra que você nunca me devolveu?

Eu tirava minhas roupas como se isso tirasse a dor
Você me segurou dizendo
Você vê que ultimamente você é apenas sombra e rancor?
Na porta do estacionamento você disse
Embora você me ame, você não me quer

Não nos vimos mais

Era inverno e o frio cortou o motor do meu carro
Sentado, olhei para minha respiração e então vi com clareza
Talvez eu não me importe o suficiente

Enviada por fia e traduzida por Aline.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Viva Belgrado

Ver todas as músicas de Viva Belgrado