Va', Pensiero

Giuseppe Verdi

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Va', Pensiero

Va', pensiero, sull'ali dorate
Va', ti posa sui clivi, sui coll
Ove olezzano tepide e molli
L'aure dolci del suolo natal!
Del Giordano le rive saluta
Di Sionne le torri atterrate
O mia Patria, sì bella e perduta!
O membranza sì cara e fatal!
Arpa d'or dei fatidici vati
Perché muta dal salice pendi?
Le memorie del petto riaccendi
Ci favella del tempo che fu!
O simile di Solima ai fati
Traggi un suono di crudo lamento
O t'ispiri il Signore un concento
Che ne infonda al patire virtù
Che ne infonda al patire virtù
Che ne infonda al patire virtù
Al patire virtù!

"Vai, pensamento

"Vai, pensamento, em dourado.
"Vai, você coloca em Clive, as colinas,
onde cheiro suave e tépida
a brisa doce da sua terra natal!
Cumprimenta as margens do Jordão,
as torres de Sião terra.
O meu país, tão bonito e perdeu!
Ou membranza tão querida e fatal!
Harpa do profético ou altamente motivados,
porque muda a partir de pistas de salgueiro?
Reavivar as memórias do peito,
Houve o tempo em que fala!
Ou como o destino de Suleiman,
Eu desenho um som de lamento-primas;
o Senhor te inspira ou um Concento
inculcar as virtudes que perduram
inculcar as virtudes que perduram
nos termos que sofrer!

Composição: Giuseppe Verdi
Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Giuseppe Verdi

Ver todas as músicas de Giuseppe Verdi