Better Days Never Come

Venin Noir

Original Tradução Original e tradução
Better Days Never Come

[I - Lament]

Better days never come, they were not meant to be
If laments could be heard
Then mine would sound like this
Better days never come, they were not meant to be
They're manmade godlike gifts in a vein that can't bleed
I know these days won't come... I accept my fate

[II - Vessels of Hope]

There's an ache to return
That keeps fighting in the mess
Now I'm all ashes to burn in my own
Hopefully getting out of bless
Better days never come
They are manmade godlike gifts

Forget all emotions, so ephemeral certainties
Forget all emotions, magisteries carved in tears
All degrees of suffering are smaller than desire

Poor soul of these, living for what will never be
In this harvest we can only sow defeat
We're vessels of hope when the fiddle sights urging for more
Our joys are tasteless
They're gone colour-blind to renewed promises

So quit your decrepit mirth
Leer upon my flair to make haste
A feeling that chokes since birth
Virtual hazard encages the waste
Better days never come
They are manmade godlike gifts

You need me around (those needs I repel)
To prove fate wrong (repenting the miracle)
But what's in store? (We could never control)

In vain you hide the truth (get me wrong)
The unpredictable (grows me strong)
Flickering losses (speed up my heart)
Better days never come

Better Days Never Come (Tradução)

Dias melhores nunca chegarão, não eram destinados a ser
Lamentos poderiam ser ouvidos
Então a mina iria soar como este
Dias melhores nunca chegaram, não eram destinados a ser
Eles estão artificialmente divinos presentes em uma veia que não pode sangrar
Sei que estes dias não virão ... Eu aceito o meu destino

Há um ache para voltar
Que mantém os combates na desordem
Agora estou a queimar todas as minhas próprias cinzas
Esperamos sair abençoados
Dias melhores nunca chegarão
Eles estão presentes artificialmente divinos

Esqueça todas as emoções, de forma efémera certezas
Esqueça todas as emoções, autoritárias esculpidas em lágrimas
Todos os graus de sofrimento são menores do que o desejo

Pobre alma destes, que vivem para o que nunca serão
Nesta colheita só podemos semear derrota
Estamo sem navios de esperança quando o violino visto exortando para mais
Nossas alegrias são saboreadas
Eles têm ido cegamente para renovar promessas

Portanto renuncie sua decrépita alegria
Ler sobre o meu estilo de fazer pressa
Um sentimento que engasga desde o nascimento
Virtual perigo engaiolam os resíduos
Dias melhores nunca chegarão
Eles estão presentes aritificialmente divinos

Você precisa me tornar (essas necessidades que repelem)
Para provar do destino errado (o milagre rastejante)
Mas o que é que está na loja? (Nós nunca poderiamos controlar)

Em vão lhe esconder a verdade (me interpretem mal)
O imprevisível (cresce mais forte)
Tremura derrotas (acelerão meu coração)
Dias melhores nunca chegarão...

Composição: DIAS
Enviada por Juarez e traduzida por Larissa.
Viu algum erro? Envie uma revisão.


Posts relacionados

Ver mais no Blog