Fre Hardam

Usina Lunar

Um dia ainda te vejo, um dia te reencontro.
Eu te quero mais que tudo, eu te quero nos meus sonhos.
Não brinque com meu coração, não brinque com meus sentimentos.
Um dia ainda te vejo.

Prá te matar de prazer
Prá te matar de prazer
Prá te matar de prazer

E é apenas do seu corpo, e é apenas do seu rosto.
Deixe-me aceitar sem medo todos os estranhos sentidos de seus olhares.
E ser assim feliz, pouco me importa se é uma trama de amor o que sentes.
Pois deitar no teu colo é sentir-me envolto ao labirinto de não enxergar se quer um palmo a minha frente.
E devaneios ao me expressar melodicamente de prazer toda vez que eu te vejo, toda vez que eu te vejo, toda vez que eu te vejo, toda vez que eu te vejo, toda vez que eu te vejo...

Prá te matar de prazer
Prá te matar de prazer
Prá te matar de prazer
Prá te matar de prazer
De prazer, de prazer.
Um dia ainda te vejo, um dia te reencontro.

Composição: Oldair Da Silveira
Enviada por Usina.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Usina Lunar

Ver todas as músicas de Usina Lunar