Passageiro do tempo

Usina Lunar

Um deserto me invade
De tal maneira que me perco
Me sinto preso
Num labirinto e de tantas formas
Me vem o medo
Sem perceber eu sinto medo
De longe a coragem me espreita
Tentando me levar
Me Ter em seu lugar
De outras maneiras
Em cegas viagens
O deserto respira segredo
Inspira maldade
Respira o meu medo
Propõe meu passado
Meu medo futuro
Meu medo de tudo
Coragem é mensagem atávica
Ecoando no vento
Tatuada em frases
A verdade perdida no espaço
Infinito é o tempo
Tornando imortal as mentiras do mundo, Tornando reais as mentiras.

Composição: Oldair Da Silveira
Enviada por Francisco.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Usina Lunar

Ver todas as músicas de Usina Lunar