Sobrevivi

UCLÃ

Dentro do meu bairro os cria fica forte
Água de bandido é Red Bull White Horse
Quando me avista com roupas da Lacoste
Fica de 4 igual trevo da sorte

Esquinas nevando e nem é o polo norte
Americano eu lancei no meu corte
Ela sarrando no pente da Glock
Essa foi o patrão de deixou no meu porte

Sempre cheiroso perfume de grife
Andando de kenner não gosto de reef
Vou ficar rico sem entrar pro crime
Cheio de joia terror dos policia

Aperta o balão na endola de 20
Na contenção tem 2 AR15
O que vem de baixo nunca me atinge
Comigo ela goza contigo ela finge

Flagrante no bolso mas eles nunca pega
Tá mó lazer dentro da minha favela
Rolé de trem elas abrem as pernas
Meu mano MT sempre deixa na régua

Desde menor cria no Rio de Janeiro
Quem vem de fora sente até medo
Minha matemática é contar dinheiro
Vou deixar forte quem for meu herdeiro

Mano
Eu sobrevivi
Quando eles tentaram vim
Me pegar
Proteção da minha firma
Os bico no óleo pra não enferrujar
Meus manos foragidos
Trocando tiro
Sem se machucar
Ela de Givenchy
Contando nota
Com a bunda pro ar

Muito mais difícil
Pra me atingir
Fico lento
Pílulas de codein
Fumo um beck
Grito fuck police

Enterrar dinheiro
Pra minha família
Chapado alguns dias
Fora de mim
Contando com luta
Não com sorte

Transformando carga
Em saco de dim
Quase de mão dada
Com a morte
Tempo passa
Mas fica a postura
Glock rindo tanto
Até que fura
Escapando ileso

Até de dura
Trabalhando só com
Droga pura
Nunca curti muito viatura
Me diz quem não gosta de fartura
Tô aqui de cima
Controlando tudo
Largo o dedo
Da minha cobertura

Sem puxar saco
Mantenha a postura, nigga
Minha rima molda caráter na rua, nigga
Racks in racks sem vender da pura
Mano eu sobrevivi

Federer
Quando ela joga e como joga a bunda
É raquetada
Ela me mata
Mas é raquetada tipo Federer
Beck tão bom, me sinto elevate
Pac marrom dixavo no verde

Notas no banco de trás na Mercedes
Já tô vendo preços eu joguei na rede
Peixe, peixe
Nada me abala
Esses buchas só falam, nigga
Deixe, deixe
Sobrevivi tô de pé, vê legal
Blindado e protegido contra o mal

Mano
Eu sobrevivi
Quando eles tentaram vim
Me pegar
Proteção da minha firma
Os bico no óleo pra não enferrujar

Meus manos foragidos
Trocando tiro
Sem se machucar
Ela de Givenchy
Contando nota
Com a bunda pro ar

Enviada por Emily. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog