Corte Do Jaca

Tz da Coronel

Corte do Jaca, portando essas grife
Menor, eu sou tralha e ela sabe
Crocodilo no boné e na camisa
Quando eu não tô de Versace
Tênis no pé, Carlton no balão
Joga mais um, tá suave
Tizi só brota trajado
Tinta com lança dá massa no baile
Ela jogando pra tropa, todos meus mano para posturado
Todos meus manos de Nike no pé
Quem vê já fala o pique é avançado
Sempre chamando atenção das mulher
Sabe que o da Coro é o mais abusado
Tu pode falar o que tu quiser
Mas pra otário eu tô despreocupado

Ouro, joias, meus manos todos rodeados
Na marola, no morro não sobe mandado
Aqui só para fiel e a fé tá do lado
Sem covardia e liberdade pros irmão privado

Eu tô com meus mano contando uma nota
A bitch no banco do carro
Mas nunca ouse tentar com a minha tropa
Tem sangue na sola do tênis mais caro
Antes quem falava, tá rendendo agora
Mas isso não cola com meus aliado
Tu escreve um livro contando as história
Nós vem de um tempão, nós não tá embalado
Se liga na Glock, mente e maquinando o mal
Parece água, nós faz chover como se não fosse nada
No pente tem munição letal, posturado, sem expressão
Sempre cara de mau
Doutrinado, pra mídia a vivência é ilegal
No copão tem Black, bot tá na bag
Os fino reflete, isso é normal
Aumento o meu frag, se a intenção for mal

Ouro, joias, meus manos todos rodeados
Na marola, no morro não sobe mandado
Aqui só para fiel e a fé tá do lado
Sem covardia e liberdade pros irmão privado
Ouro, joias, meus manos todos rodeados
Na marola, no morro não sobe mandado
Aqui só para fiel e a fé tá do lado
Sem covardia e liberdade pros irmão privado

Enviada por Joao. Revisão por Gabriel.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog