Midnight Sunrise

Turisas

Original Tradução Original e tradução
Midnight Sunrise

In the darkest shadows, under the black rocks
And ancient moss
Where steam arises from the cracks in the crust of ground
The spiteful dwell

Fast, fast, fast, fast, faster than the lightning strikes
Trying to make it in time
Hide, hide, hide, hide, hide from the bright demise
Rush away from the...

Midnight Sunrise

The night embraces these lands
People stand in a circle holding hands
A blaze over a peaceful summery lake
Enlightens their faces and gilds the lanscape

Under cover of darkness they have arisen
And set their feet on the ground
As the people celebrate they head to their homes
To wreak havoc with their property

Fast, fast, fast, fast...

Midnight Sunrise

The night embraces these lands
People stand in a circle holding hands
A blaze over a peaceful summery lake
Enlightens their faces and gilds the lanscape

The hourglass' sand stops flowing, currents stand still
The distant horizon glowing, a glimmer over the hill
Three golden kings come riding across the midnight skies
Three golden blades shining, a sight for sore eyes
Time stood still as sons of the dawn rode by

As the daybreak approaches
and the sunbeams close in on them
Horror fills their hearts
Running for their lives as fas as they can
In panic they flee

Fast, fast, fast, fast...

Midnight Sunrise

The night embraces these lands
People stand in a circle holding hands
A blaze over a peaceful summery lake
Enlightens their faces and gilds the lanscape

Twelve golden hooves come smashing down on earth
And chase the creatures to the holes
Where they once were given birth
The ones who are not that lucky to escape
Are burning down to ashes in the midnight sunrise

Three golden kings come riding across the midnight skies
Three golden blades shining, a sight for sore eyes
Time stood still as sons of the dawn rode by

Nascer da meia-noite

Nas sombras ocultas, sobre as rochas negras
E sobre um musgo ancestral
Onde um vapor sai das fendas incrustadas no solo
A malvada moradia

Rápido, rápido, rápido, rápido, rapidamente que o relâmpago desce
Tentando chegar a tempo
De se esconder, esconder, esconder, esconder, se esconder da morte radiante
Que virá ao

Nascer da meia-noite

A noite abraça essas terras
As pessoas fazem um círculo de mãos dadas
Uma chama surge sobre o calmo lago
Iluminando suas faces e engrandecendo a paisagem

Sob a capa da escuridão eles devem surgir
E colocarão seus pés sobre o chão
Enquanto as pessoas os recebem em suas casas
Para causar estragos com seus poderes

O rápido, rápido, rápido, rápido...

Nascer da meia-noite

A noite abraça essas terras
As pessoas fazem um círculo de mãos dadas
Uma chama surge sobre o calmo lago
Iluminando suas faces e engrandecendo a paisagem

A ampulheta de areia pára seguindo, a corrente permanece fixa
O distante horizonte inflamado, uma luz sobre a colina
Três reis dourados chegam cavalgando pelo céu da meia-noite
Três espadas douradas brilham, um sinal para olhos doloridos
O tempo pára quando os raios da aurora chegam

O dia se aproxima
E os raios de sol os encaram
O horror surge em seus corações
E eles correm por suas vidas o mais rápido que podem
Em pânico eles fogem

Rápido, rápido, rápido, rápido...

Nascer da meia-noite

A noite abraça essas terras
As pessoas fazem um círculo de mãos dadas
Uma chama surge sobre o calmo lago
Iluminando suas faces e engrandecendo a paisagem

Doze cascos dourados chegam esmagando sobre a terra
E afugentam as criaturas para suas tocas
Onde eles aguardarão mais uma vez pela chegada da noite
Aqueles que não tem a sorte de conseguir escapar
Estarão queimando com os raios ao nascer da meia-noite

Três reis dourados chegam cavalgando pelo céu da meia-noite
Três espadas douradas brilham, um sinal para olhos doloridos
O tempo pára quando os raios da aurora chega

(tradução por Guilherme Barini)

Enviada por Paulo e traduzida por Phreddie.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog