The Great Escape

Turisas

Original Tradução Original e tradução
The Great Escape

Word i bring - from far up north
Songs i sing - from you nephew's court
Convened ting - on the death of harthacnut
Proclaimed king - and the danes salute

End you exile - your claim to the throne is strong
Svein's your ally - the swedes will fight along

Norway awaits me - it's time to cross the north sea
First i must break free - we could ask constantine?

I'm needed elsewhere... - no way, my troops i can not spare!
This seems quite unfair... - can't you hear? my answer is no!

My basileus, my emperor
I have honourably served this kingdom
Sand have i won, and furthermore
Blood of saracens have flowed by my work of sword

My basileus, my emperor
You have left me no choice but to escape
Taking my men, and from the horn
We are breaking our way out after nightfall

"this is insane, we're trapped in the sound!"
Row for all you're worth, despair to mirth!
"the chain will not break, there's no way around!"
Over we shall go! so, hasten now, from stern to bow

Tilt the galley over, for no emperor nor chain will stand in my way!

Man the oars! out to the sea!
Bid farewell and wave goodbye
Because gentlemen, we are heading home!

Rising, a new rising
New kingdoms await
New lands there to take
Your son's heading home

He's a viking, the last of the vikings
With chests full of gold
Great tales to be told
Your king's heading home

A Grande Escapada

Palavra que eu trago - de longe do norte
Músicas que eu canto - da corte de seu sobrinho
Assembléia convocada - na morte de Harthacnut
Rei proclamado - e os dinamarqueses saúdam

Acabe com seu exílio - sua reivindicação pelo trono é forte
Svein é seu aliado - os suecos irão lutar junto

A Noruega me me aguarda - é hora de cruzar o mar do norte
Primeiro eu devo me libertar - nós poderíamos perguntar a Constantino

Eu sou necessário em outro lugar - Sem chance, minhas tropas eu não posso dispensar!
Isso parece muito injusto - Não pode escutar? Minha resposta é não!

Meus Basileus, meu imperador
Eu honoravelmente servi este reino
Terra que eu ganhei e mais além
Sangue de Sarracenos escorreu pelo meu trabalho de espada

Meus Basileus, meu imperador
Vocês não me deixaram escolha a não ser fugir
Levando meus homens, e do chifre
Faremos nosso caminho depois que a noite cair

"Isso é insano, estamos presos no som!"
Remem por tudo que vocês merecem, desesperem para alegria!
"A corrente não vai romper, não há saída em volta!"
Adiante devemos ir, então, apressem-se agora, da popa se curvar

Incline mais a galé, nenhum imperador nem corrente ficarão em meu caminho!

Homens nos remos! Para o mar!
Ofereçam despedida e acenem em adeus
Porque cavalheiros, nós estamos indo para casa!

Ascensão, uma nova ascensão
Novos reinos aguardam
Novas terra para tomar
Seu filho está voltando para casa

Ele é um viking, o último dos vikings
Com peitos cheios de ouro
Grandes histórias a serem contadas
Seu rei está indo para casa

Composição: Mathias Nygård
Enviada por Luiz e traduzida por Giovana.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Turisas

Ver todas as músicas de Turisas