Miklagard Overture

Turisas

Original Tradução Original e tradução
Miklagard Overture

Long have I drifted without a course
A rudderless ship I have sailed
The Nile just keeps flowing without a source
Maybe all the seekers just failed?

To Holmgard and beyond
In search of a bond
Far from home I've come
But the road has just begun

Breathing history
Veiled in mystery
The sublime
The greatest of our time
Tsargrad!

"Come with us to the south
Write your name on our roll"
I was told;

Konstantinopolis
Sui generis
The saints and emperors
Of bygone centuries
The man-made birds in their trees
Out load their paean rings
Immortality!

In astonishing colours the East meets the West
The hill-banks arise in their green
In wonder I sit on my empty chest
As we glide down the strait in between

To Holmgard and beyond
In search of a bond
Distant church bells toll
For their god they chant and troll

Breathing history
Veiled in mystery
The sublime
The greatest of our time
Tsargrad!

The Norwegian of rank
In the court of The Prince
I was convinced

Konstantinopolis
Ten gates to eternity
Seen all for centuries
Your inconquerable walls
Your temples and your halls
See all, hear all, know it all

My sun rose in the North and now sets in the South
The Golden Horn lives up to its name
From tower to tower a chain guards its mouth
Unbreakable, they claim

To Holmgard and beyond
In a search of a bond
Adventures lie ahead
Many knots lie unravelled on my thread

Breathing history
Veiled in mystery
The sublime
The greatest of our time
Tsargrad!

Konstantinopolis
Queen of the cities
Your welcoming smile
Made all worthwhile
The sweat and the pain

Bathing in gold
Endless rooftops unfold
The sun sets for a while just to rise again

Great halls
Great halls
Greatest of all, Miklagard

Oferta de Miklagard

Por muito tempo eu derivei sem um rumo
Um navio sem rumo eu naveguei
O Nilo continua fluindo sem uma fonte
Talvez todos os que procuravam falharam?

Pra Holmgard e além
Á procura de um laço
De longe de casa eu vim
Mas a estrada apenas começou

Suspirando história
Coberta de mistério
A sublime
A maior da nossa era
Tsargrad!

"Venha conosco pro sul
Escreva seu nome no nosso rolo"
Me disseram

Constantinopla
única em seu gênero
Os santos e emperadores
De séculos passados
As aves feitas pelo homem em suas árvores
Carregando seus anéis de triunfo
Imortalidade!

Em cores estonteantes o Leste encontra o Oeste
As colinas se erguem verdejantes
Maravilhado eu sento no meu baú vazio
Enquanto deslizamos no estreito

Pra Holmgard e além
Á procura de um laço
Sinos distantes de igrejas soam
Para o seu deus eles cantam a festejam

Suspirando história
Coberta de mistério
A sublime
A maior da nossa era
Tsargrad!

A maior classe da Noruega
Na corte do Príncipe
Eu fui convicto

Constantinopla
Dez portões pra eternidade
Tudo foi visto por séculos
Suas muralhas inconquistáveis
Seus templos e salões
Visto tudo, ouvido tudo, tudo conhecido

Meu sol nasceu no Norte e agora se põe no Sul
O Chifre Dourado vive pelo próprio nome
De torre a torre, uma corrente guarda a sua abertura
Inquebrável, eles dizem

Pra Holmgard e além
Á procura de um laço
Aventuras à frente
Muitos nós a serem desatados a frente

Suspirando história
Coberta de mistério
A sublime
A maior da nossa era
Tsargrad!

Constantinopla
Rainha das cidade
Seu sorriso acolhedor
Fez tudo valer a pena
O suor e a dor

Banhada em ouro
Telhados infinitos
O sol se põe apenas pra se erguer novamente

Grandes salões
Grandes salões
A maior de todas, Miklargard

Composição: Mathias Nygård
Enviada por Isabel e traduzida por Willian. Revisão por Giovana.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog