To Holmgard And Beyond

Turisas

Original Tradução Original e tradução
To Holmgard And Beyond

Far from the sea and distant lands
Came men with thirty ships
Had wanted to reach the neva by night
But the weather was not on their side

And as the wind grew stronger and stronger
The rain ran down our cheeks
The bow was turned towards Gardar
The sail flew up again

Holmgard and beyond
That's where the winds will us guide
For fame and for gold
Set sail for those lands unknown

Osmo and Dalk, Kyy, Kokko and Ulf
Were glad to be off the oars
Turo had eaten too much again
Now hanging himself overboard

The Tostensson and Twink, excited as always
Adventure was their game
Myself, Hakon the bastard
Was out to find my name

Holmgard and beyond
That's where the winds will us guide
For fame and for gold
Set sail for those lands unknown

Who is I without a past?
A river without a source?
An event without a cause?
Threads of different lengths
Some longer, some shorter
So many of them spun together
The crones keep on weaving
The algorithm of our lives
Cause and effect, the fates of men

We know the way to Aldeigju
Upstream the river Alode
You take us to the portage
And further
Long is the way to the unknown
Long are the rivers in the east
Far lies the land that Ingvar
And his men desire to reach

Many dangers lie ahead
Some of us may never return
Rather sold as a slave to the saracens
Than chained to your bed
Chained by your life!

Holmgard and beyond
That's where the winds will us guide
For fame and for gold
Set sail for those lands unknown

Para Holmgard e Além

Muito além do mar e terras distantes
Chegaram homens com trinta navios
Queria chegar a Neva de noite
Mas o tempo não estava do seu lado

Como o vento ficou mais forte e mais forte
A chuva escorria pelas nossas faces
A proa foi voltada para Gardar
A vela voou novamente

Holmgard e além
Que é onde o vento vai nos orientar
Para a fama e para o ouro
Zarpar para as terras desconhecidas

Osmo e Dalk, Kyy, Kokko e Ulf
Estavam contentes por estar fora dos remos
Turo tinha comido demais novamente
Agora enforcando-se no mar

Os gêmeos Tostensson estavam animados como sempre
Aventura foi o seu jogo
Eu, Hakon o bastardo
Estava fora para encontrar o meu nome

Holmgard e além
Que é onde o vento vai nos guiar
Para a fama e para o ouro
Zarpar para as terras desconhecidas

Quem é o "Eu" sem um passado?
Um rio sem uma fonte?
Um evento sem uma causa?
Topicos de diferentes comprimentos
Alguns longos, alguns curtas
Assim, muitos deles girou em conjunto
As anciãs manter em tecelagem
ele algoritmo nossas vidas
Causa e efeito, os destinos dos homens

conhecemos o caminha pra aldeigju
Subindo o rio Alode
Voce nos leva para o caminho de terra
e mais
Longo é o caminho para o desconhecido
Longos são os rios do leste
Longe está a terra que Ingvar
E seus homens desejam alcançar

Muitos perigos estão à frente
Alguns de nós talvez nunca retorne
Antes vendidos como escravos para os sarracenos
Do que acorrentado a sua cama
Acorrentado pela sua vida!

Holmgard e além
É aí que os ventos nos irá guiar
Para fama e para o ouro
Zarparemos para essas terras desconhecidas

Composição: Mathias Nygård
Enviada por Isabel e traduzida por Larissa. Revisões por 8 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog