Tonbo

Tsuyoshi Nagabuchi

Original Tradução Original e tradução
Tonbo

Woo woo woooo..ooo.ooo..
Kotsu kotsu to asufaruto ni kizamu
Ashioto o fumi shimeru tabi ni
Ore wa ore de, ari tsuzuketai, so negatta
Urahara na kokoro tachi ga miete
Yarikirenai yoru o kazoe
Nogarerarenai, yami no naka de
Kyou mo nemutta furi o suru
Shinitai kurai ni akogareta
Hana no miyako "dai toukyou"
Usuppera na bosuton baggu
Kita e kita e mukatta
Zaratsuita ni gai suna o kamu to
Nejifuserareta shojiki sa ga
Ima goro ni, natte yake ni honemi ni shimiru
Aa, shiawase no tonbo yo, doko e
Omae wa, doko e, tonde yuku
Aa, shiawase no tonbo ga, hora
Shita o dashite, waratteraa
Wooo..wooo.ooo..oooo
Ashita kara mata, fuyu no kaze ga
Yokottsura o fukinukete yuku
Sore demo omeome to ikenuku
Ore o hajirau
Hadashi no manmaja samukute
Koori tsuku yo na yoru o kazoe
Dakedo ore wa, kono machi o aishi
Soshite kono machi o nikunda
Shinitai kurai ni akogareta
Toukyou no bakayaroo ga
Shiran kao shite damatta mama, tsuttatteru
Ketsu no suwari no warui tokai de
Ikidoori no sake o taraseba
Honpa na ore no, honemi ni shimiru
Aa, shiawase no tonbo yo, doko e
Omae wa, doko e, tonde yuku
Aa, shiawase no tonbo ga, hora
Shita o dashite, waratteraa
Aa, shiawase no tonbo yo, doko e
Omae wa, doko e, tonde yuku
Aa, shiawase no tonbo ga, hora
Shita o dashite, waratteraa
Woooo..wooo.ooo..oooo

Líbelula

Woo woo wooooo.. Oooo. Ooo
Dividia o asfalto de ponta a ponta
Para que durante a viagem pudesse sentir meus passos
Esse era o objetivo do meu desejo
Observando os corações expostos
Contava as noites que não podia contar
Impossibilitado de fugir no interior da escuridão
Hoje fazia de conta que dormia
A ponto de morrer
Admirava a flor da metrópole? Grande Tokyo?
Andava de norte a norte
Com uma fina maleta de viagem
Quando mordia a areia cristalizada
A honestidade que estava escondida
A essa hora tornava-se em um desespero que penetrava nos ossos
Aa, a felicidade da libélula, para onde
Para onde você voaria?
Aa, a felicidade da libélula
Riem, língua de fora
Woo woo wooooo.. Oooo. Ooo
A partir de amanhã, o vento do inverno
Apagaria quem estivesse ao meu lado
Mesmo assim, descansando com você
Eu ficava envergonhado
Descalço sentiria frio e
Contava as noites solitárias
Porém nesta cidade eu amaria e
Para esta cidade eu iria
A ponto de morrer, admirava
Os idiotas de Tokyo
Em pé, com uma cara de quem não sabe de nada
Sentados de qualquer jeito na metrópole maldosa
Pendurando uma garrafa de indignação
A metade dela era penetrada nos ossos
Aa, a felicidade da libélula para onde
Para onde você voaria?
Aa, a felicidade da libélula
Riem, língua de fora
Aa, a felicidade da libélula para onde
Para onde você voaria?
Aa, a felicidade da libélula
Riem, língua de fora
Woo woo wooooo.. Oooo. Ooo

Composição: Nagabuchi Tsuyoshi
Enviada por Marcelo. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Tsuyoshi Nagabuchi

Ver todas as músicas de Tsuyoshi Nagabuchi