Throes Of Perdition

Trivium

Original Tradução Original e tradução
Throes Of Perdition

Blind-folded and gagged, stood waiting
With the whole world: My firing squad
At the edge of the world, I'm faced out
Staring the sun right in the eye

Vultures circle above, hyenas mocking the kill
Excrement drooling down their chins
Atop the cliffs I look down, into the starving hell-mouth
The rabid foam crashes hard on its teeth

Their mouths salivate
Fantasizing my gruesome ending
This world looks down upon
A man who can stand on his own two feet

As they're feeding their guns "ready, aim"
They say I'll live, if I die for their cause
Living under the rule of fellow cro-magnon fool
They fear who leads and will kill to stay still

Their mouth's salivate
Fantasizing my gruesome ending
This world looks down upon
A man who can stand on his own two feet

Without eating from their claws

Life feels like hell should
This hell's so cold
Pull another knife out
Stick it with the rest of them
When my back is full
Turn me around to face it

Life feels like hell should
This hell's so cold
Pull another knife out
Stick it with the rest of them
When my back is full
Turn me around to face it

Such melancholy, burning the stars from skies
As we melt, drowning inside their bloodied eyes
Hope is ravaged, running from lacerations
Sob, so heavily, we choke, then we die

Die
Die
Die
Die

Die
Die
Die
Die

Life feels like hell should
This hell's so cold
Pull another knife out
Stick it with the rest of them
When my back is full
Turn me around to face it

Life feels like hell should
This hell's so cold
Pull another knife out
Stick it with the rest of them
When my back is full
Turn me around to face it

Life feels like hell should
This hell's so cold
Pull another knife out
Stick it with the rest of them
When my back is full
Turn me around to face it

Life feels like hell should
This hell's so cold
Pull another knife out
Stick it with the rest of them
When my back is full
Turn me around to face it

Sob so heavily, we choke, then we die

Espasmos de Perdição

Vendado e amordaçado, deixado à espera
Com todo o mundo: Meu pelotão de fuzilamento
No limite do mundo, sou confrontado
Olhando fixamente para o sol, bem no olho

Urubus circulam acima, hienas escarnecem a morte
Excremento escorre de seus queixos
No topo do penhasco olho pra baixo, para a faminta boca do inferno
A espuma raivosa quebra fortemente em seus dentes

Suas bocas salivam
Fantasiando meu macabro fim
Esse mundo está a observar
Um homem que pode se manter em seus próprios pés

Enquanto abastecem suas armas: Preparar, apontar
Dizem que vou viver se morrer pela causa deles
Vivendo sob as regras do tolo companheiro cro-magnon
Eles temem quem lidera e irão matar para seguirem em frente

Suas bocas salivam
Fantasiando meu macabro fim
Esse mundo está a observar
Um homem que pode se manter em seus próprios pés

Sem comer pelas garras

A vida parece com o inferno
Esse inferno tão frio
Retire outra faca
Guarde-a com o resto delas
Quando minhas costas estiverem cheias
Vire-me para encará-las

A vida parece com o inferno
Esse inferno tão frio
Retire outra faca
Guarde-a com o resto delas
Quando minhas costas estiverem cheias
Vire-me para encará-las

Tamanha melancolia, queimando as estrelas dos céus
Enquanto derretemos, nos afogando, adentro seus olhos ensanguentados
Esperança está devastada, fugindo de lacerações
Soluçamos fortemente, sufocamos e então morremos

Morremos
Morremos
Morremos
Morremos

Morremos
Morremos
Morremos
Morremos

A vida parece com o inferno
Esse inferno tão frio
Retire outra faca
Guarde-a com o resto delas
Quando minhas costas estiverem cheias
Vire-me para encará-las

A vida parece com o inferno
Esse inferno tão frio
Retire outra faca
Guarde-a com o resto delas
Quando minhas costas estiverem cheias
Vire-me para encará-las

A vida parece com o inferno
Esse inferno tão frio
Retire outra faca
Guarde-a com o resto delas
Quando minhas costas estiverem cheias
Vire-me para encará-las

A vida parece com o inferno
Esse inferno tão frio
Retire outra faca
Guarde-a com o resto delas
Quando minhas costas estiverem cheias
Vire-me para encará-las

Soluçamos fortemente, sufocamos e então morremos

Composição: Trivium
Enviada por Levi e traduzida por Gabriel. Legendado por Stoopid. Revisões por 12 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia


Posts relacionados

Ver mais no Blog