Participação Haroldo/Mauricinho


Basta eu não quero viver assim
Ódio vem guardado cravado dentro de mim
Podre misturado a sangue e dor
Expele do meu coração pavor
Não vou me humilhar por quem não presta
Mentiras merdas, o meu horror preferido
Embora a mente demente tente me convencer
Morto feliz pra não sentir mais dor
Eu vejo vermes espalhados sobre cadáveres
Matar pra não morrer essa é a pura realidade
Se mais que o tempo, ser o futuro
Pra você viver sonhar fazer, do que deixar como está

Basta eu não quero viver assim
Ódio vem guardado cravado dentro de mim
Podre misturado a sangue e dor
Expele do meu coração pavor

Eu vou sofrer no sufoco e você pode crer
Eu fico aqui todo esse tempo a esperar você
Se ao menos eu soubesse onde você está
Pra pode te sentir, pra poder te tocar
Enquanto isso rola esgoto tudo a céu aberto
Não chegue perto, mas seja esperto
Pra você chegar no fim
E quanto a mim
Não se preocupe, fique no seu lugar

Não vou parar por uma dúzia de idiotas
Pouca bosta, que tentam me atrasar
Prego vacilo pense nisso, seu compromisso
Se o futuro não te importa
Feche a porta
Apodreça, desapareça
Suas palavras já não valem nada
Opinião furada
Que não acrescenta em nada
Utopia barata
Não se omita e vá tentar crescer
Tente viver nesse inferno
Onde o diabo ao seu lado
Que lhe passar a perna
Cada momento uma queda
Morto feliz


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Tolerância Zero

Ver todas as músicas de Tolerância Zero