Hope Rides Alone

The Protomen

Original Tradução Original e tradução
Hope Rides Alone

No one was left who could remember how it had happened, how the world had fallen under darkness
At least no one who would do anything
No one who would oppose the robots
No one who would challenge their power
Or so Dr. Wily believed

Twenty Floors above the dark streets of the city, Dr. Light lived in a run-down tenement
An eccentric and brilliant man
Light was a loner, a thinker, a man of ideas
Ideas forbidden in Wily's society
The society for which he worked
The society in which he lived
The society that he would set free
And so Light worked, far into the night, when the watchful eyes of Wily's robots weren't upon him
He'd set his skillful hands to the task of creating a device to bring about a change, to create a machine to bring freedom, to create a man to save the world
Twelve years Light worked and on a cold night in the year 200X, Protoman was born
A perfet man, an unbeatable machine, hell-bent on destroying every evil standing between man and freedom, built for one purpose, to destroy Wily's army of evil robots. Ready, willing, prepared to fight

Cutman
Gutsman
Elecman
Bombman
Fireman
Iceman
Proto

Fireman
Attack!

Fight

And as the smoke cleared
Wiley rose above the countless robots remaining
Protoman was wounded, low on energy
Struggling to remain standing as Wily ordered the final attack
The death of Protoman
The crowd had gathered there to watch him fall, to watch their hopes destroyed
They watched them beat him
They watched them break him
They watched his last defense deployed
There was not a man among them who would let himself be heard
But from the crowd, from the collective fear, arose these broken words
We are the dead
We are the dead

(What have we done?)
We are the dead
(What will we do?)
We are the dead
(Where will we turn?)
We are the dead
(Is there nothing we can do?)
We are the dead
(How did it come to this?)
We are the dead
(How did we go so wrong?)
We are the dead
We are the dead

Esperança Caminha Sozinha

Não sobrou ninguém que conseguiria lembrar como aquilo aconteceu, como o mundo caiu em escuridão
Pelo menos ninguém que faria alguma coisa
Ninguém que iria se opor aos robôs
Ninguém que ousaria desafiar seus poderes
Ou era isso que acreditava o Dr. Wily

Vinte andares acima das ruas escuras da cidade, Dr. Light vivia em um prédio abandonado
Um excêntrico e brilhante homem
Light era um solitário, um pensador, um homem de ideais
Ideais proibidos na sociedade de Wily
A sociedade em qual ele trabalhou
A sociedade em que ele viveu
A sociedade que ele deveria libertar
E então Light trabalhou, noite adentro, quando os olhares vigilantes dos robôs de Wily não estivessem nele
Ele usou suas mãos habilidosas na tarefa de criar um dispositivo para trazer a mudança, para criar a máquina que trará a liberdade, para criar o homem que salvará o mundo
Durante doze anos Ligth trabalhou e em uma noite fria no ano 200x, Protoman nasceu
Um homem perfeito, uma máquina imbatível, decidida em destruir cada malfeitor de pé entre os homens e sua liberdade, construí do com um propósito, de destruir o exercito de robôs diabólicos de Wily

Cutman
Gutsman
Elecman
Bombman
Fireman
Iceman
Proto

Fireman
Ataque!

Luta

E conforme a fumaça se dissipava
Wily se erguia acima dos incontáveis robôs remanescentes
Protoman estava acabado, baixa energia
Lutando pra permanecer em pé enquanto Wily ordenava o ataque final
A morte de Protoman
A multidão se reuniu pra ver sua queda, para testemunhar suas esperanças sendo destruídas
Eles assistiram enquanto ele era derrotado
Eles viram ele sendo quebrado
E eles presenciaram sua ultima defesa ser ativada
Não existia sequer um homem entre eles que quisesse ouvir
Porém vindo da multidão, do medo coletivo, surgiu aquelas palavras
Nós estamos mortos
Nós estamos mortos

(O que fizemos?)
Nós estamos mortos
(O que faremos?)
Nós estamos mortos
(Para onde iremos?)
Nós estamos mortos
(Não existe nada que podemos fazer?)
Nós estamos mortos
(Como chegamos nesse ponto?)
Nós estamos mortos
(Como isso deu tão errado?)
Nós estamos mortos
Nós estamos mortos

Enviada por Renato e traduzida por Bruno.
Viu algum erro? Envie uma revisão.


Posts relacionados

Ver mais no Blog