Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Ether

Dispersed like dust in the wind
Presences floating around the singularity
No future, no past
Lying immutable where everything unravels

Lighter, thinner, weaker
Particles dissipate
Lighting the rifts of time

Erasing everything I've hoped
Clouding, I feel eclipsed by the curtains of darkness
Erasing everything I've drown
A systematic chaos that breaks the order always known

I hear the sound of your voice becoming an echo
Whispering my name for the very last time
I feel unable to perceive your presence again
I cannot leave the ether

See my fragments falling from my castle of glass
(A shapeless rest of me)
I feel you trying to ignore the distance calling me back
But I cannot leave the ether, ether, ether
Cannot leave the ether, ether, ether

When I'm gone so will all of my memories
It feels like all I know of us is dispersed in tears of grif
Our love doesn't come to an end
'Cause it will go through time and space
And fill up the distances

Suspended between the stings of time
I'm rolling back the curtain of this world I left behind

Floating
It tears apart my last trace of conciousness
Whole with the ether

One with the ether

See my fragments falling from my castle of glass
(A shapeless rest of me)
I feel you trying to ignore the distance calling me back
But I cannot leave the ether

You must think you'll live with no regrets
I've made my own mistakes
And I know you always gave the best of you to heal my pain
Our love will last forever where the sky meets the water
Only look for me in your memories
'Cause I'm one with the ether

I'm one with the ether
I'm one with the ether, ether, ether
I'm one the ether
I'm one with the ether, ether, ether

Éter

Disperso como poeira ao vento
Presenças flutuando em torno da singularidade
Sem futuro, sem passado
Deitado imutável onde tudo se desenrola

Mais leve, mais fino, mais fraco
As partículas se dissipam
Iluminando as fendas do tempo

Apagando tudo que eu esperava
Nublado, eu me sinto eclipsado pelas cortinas da escuridão
Apagando tudo que eu afoguei
Um caos sistemático que quebra a ordem sempre conhecida

Eu ouço o som da sua voz se tornando um eco
Sussurrando meu nome pela última vez
Eu me sinto incapaz de perceber sua presença novamente
Não posso sair do éter

Veja meus fragmentos caindo do meu castelo de vidro
(Um resto informe de mim)
Eu sinto que você está tentando ignorar a distância me chamando de volta
Mas não posso deixar o éter, éter, éter
Não pode deixar o éter, éter, éter

Quando eu for embora, todas as minhas memórias também irão
Parece que tudo o que sei sobre nós está disperso em lágrimas de grif
Nosso amor não acaba
Porque vai passar pelo tempo e espaço
E preencha as distâncias

Suspenso entre as picadas do tempo
Estou abrindo a cortina deste mundo que deixei para trás

Flutuando
Ele rasga meu último traço de consciência
Inteiro com o éter

Um com o éter

Veja meus fragmentos caindo do meu castelo de vidro
(Um resto informe de mim)
Eu sinto que você está tentando ignorar a distância me chamando de volta
Mas não posso sair do éter

Você deve pensar que viverá sem arrependimentos
Eu cometi meus próprios erros
E eu sei que você sempre deu o melhor de você para curar minha dor
Nosso amor vai durar para sempre onde o céu encontra a água
Apenas me procure em suas memórias
Porque sou um com o éter

Eu sou um com o éter
Sou um com o éter, éter, éter
Eu sou um éter
Sou um com o éter, éter, éter



Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de The End At The Beginning

Ver todas as músicas de The End At The Beginning