Você dá uma mão
Nêgo quer arrancar seu pé
Se nunca aceita um "não"
Age logo de má fé
Mais, mais, mais
Querem mais, mais, mais

Evito outro atraso
Paranóico e tenso eu vivo
Eu laço, eu traço, eu faço
Mas nem tudo é o que prefiro
Mais, mais, mais
Pedem mais, mais, mais
Me encorajam e se escondem
Jogam pedras, não voltam atrás
Eu frustrado e distante
Buscando a minha paz

Eu já provei o amargo
O doce, um beijo e quase um tiro
Por pouco não me estrago
Perdi minha irmã pra um assassino
Paz, paz, paz
Quero paz, paz, paz

Sempre temi a morte
Mas nisso não quis me prender
A TV me mostra
Me dá razão pra eu querer minha paz
Quero paz, quero paz...
Até o amor que é forte
Está ficando cada vez pra trás
Hey me mostra um norte!
Pra ver se satisfaz

Eu sou refém da sina
Haja dor, haja ferida
Eu sou refém da sina
Haja amor na minha vida

Composição: JULIO ANDRADE
Enviada por Diogo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de The Baggios

Ver todas as músicas de The Baggios