Brinquinho Na Orelha

Teodoro e Sampaio

Mas que vergonha, que coisa feia
Homem de quarenta anos com brinquinho na orelha
Que coisa feia, sô, mas que vergonha
Quem já foi homem de fato, hoje está mordendo a fronha.

Mas que vergonha, que coisa feia
Homem de quarenta anos com brinquinho na orelha
Que coisa feia, sô, mas que vergonha
Quem já foi homem de fato, hoje está mordendo a fronha.

Eu conheço um homem forte com pinta de garanhão
Tem um corpo de atleta e um tipo de machão
Eu já vi mulher bonita endoidar por esse moço
Mas da fruta que ela gosta ele engole até o caroço.

Mas que vergonha, que coisa feia
Homem de quarenta anos com brinquinho na orelha
Que coisa feia, sô, mas que vergonha
Quem já foi homem de fato, hoje está mordendo a fronha.

Mas que vergonha, que coisa feia
Homem de quarenta anos com brinquinho na orelha
Que coisa feia, sô, mas que vergonha
Quem já foi homem de fato, hoje está mordendo a fronha.

A mulher do meu amigo está em outra jogada
Abandonou o marido e tem uma namorada
O machão pra se vingar de quem manchou o seu nome
Não quis saber de mulher e foi morar com outro homem.

Mas que vergonha, que coisa feia
Homem de quarenta anos com brinquinho na orelha
Que coisa feia, sô, mas que vergonha
Quem já foi homem de fato, hoje está mordendo a fronha.

Mas que vergonha, que coisa feia
Homem de quarenta anos com brinquinho na orelha
Que coisa feia, sô, mas que vergonha
Quem já foi homem de fato, hoje está mordendo a fronha.

Composição: Bárbara Rodrigues / Teodoro
Enviada por Gustavo. Revisão por Jocelio.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Teodoro e Sampaio

Ver todas as músicas de Teodoro e Sampaio