LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

La Melodia de Dios

Tan Bionica

La Melodia de Dios

Todas las mañanas del mundo
Y esta angustia barata
El reloj que amenaza y retrasa
Y la falta que haces en la casa

Cada cosa que no decís
Porque te esta haciendo daño
En el nombre de mi desengaño
A la noche te extraño, te extraño

Vivo como siempre desarmado sobre mí

Con vos es 4 de noviembre cada media hora
Atrasaré las horas, horas, horas
Que algo te libre de las penas acompañadoras
Cuando te sientas sola, sola sola

Toda tu mesita de luz
Lleva el color de tu esencia
Las mañanas exigen clemencia
La catástrofe que hizo tu ausencia

Cuando se libere mi alma
De tus ojos de encanto
Cuando el frío no enfríe tanto
Los domingos y jueves de espanto

Vivo como siempre desarmado sobre mí
Yo buscaré algún sol ahí

Con vos es 4 de noviembre cada media hora
Atrasaré las horas, horas, horas
Que algo te libre de las penas acompañadoras
Cuando te sientas sola, sola, sola
Cuando me faltes este otoño y se despinten solas
Tus acuarelas todas, todas, todas
No quiero nada más sin vos, no quiero estar a solas
No quiero Barcelona dijo hola

Atrasaré las horas, horas, horas
(Atrasaré las horas, atrasaré las horas)
Atrasaré las horas, horas, horas

A Melodia de Deus

Todas as manhãs do mundo
E essa ansiedade barata
O relógio que ameaça e atrasa
E a falta que você faz em casa

Cada coisa que você não diz
Porque está te machucando
Em nome do meu desengano
À noite eu sinto sua falta, eu sinto sua falta

Vivo como sempre desarmado sobre mim

Com você é 4 de novembro a cada meia hora
Atrasarei as horas, horas, horas
Que algo te livre das tristezas que te acompanham
Quando você se sente sozinha, sozinha, sozinha

Toda a sua mesa de cabeceira
Leva a cor da sua essência
As manhãs exigem clemência
A catástrofe que a sua ausência causou

Quando a minha alma se libertar
De seus olhos encantadores
Quando o frio não esfriar muito
Os domingos e quintas-feiras de espanto

Vivo como sempre desarmado sobre mim
Eu buscarei algum sol por aí

Com você é 4 de novembro a cada meia hora
Atrasarei as horas, horas, horas
Que algo te livre das tristezas que te acompanham
Quando você se sente sozinha, sozinha, sozinha
Quando não estiver comigo nesse outono e se apaguem sozinhas
Suas aquarelas todas, todas, todas
Eu não quero mais nada sem você, não quero estar só
Não quero, Barcelona disse olá

Atrasarei as horas, horas, horas
(Atrasarei as horas, atrasarei horas)
Atrasarei as horas, horas, horas

Enviada por Lukas, Traduzida por Luiza