Mar Alado

Tagore

Corro apaixonado pelas coisas
Que eu amo nessa vida
Trôpego alado
Engulo blocos de papel
Numa avenida
O mar é gigante
O mar é gigante
E não para e não pensa
Em sumir ou secar
Coisas são tão caras, mas andar
É ter a terra como amiga

Voar, pra reviver o vento
E ver por dentro aquilo
Que me faz
Pensar, que ser assim
Despreocupado é sorte
Eu ter o mar

Eu ter o mar

Composição: João Cavalcanti / Tagore Suassuna
Enviada por Tagore.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Tagore

Ver todas as músicas de Tagore