Nevermore

Symphony X

Original Tradução Original e tradução
Nevermore

From the skies,
Across the sea of lies,
To the dungeons of the damned
Scourching winds blazing thunderclouds raging,
Here I make my stand
The viper's venomous bite
Has brought on the night
Swept away,
Like a bird of prey
Now there's hell to pay

From darkness into light
Nothing matters anymore
My strings ring hollow
Bleeding evermore
Nevermore
Can't let go
Your silence tells me all I need to know
Nevermore
Strike a chord, the walls of silence fall
Nevermore

Kings of death calling,
Frigid death falling in the cryptic den
Curse the dark with a longing heart and a song
You will rise again
On tragic wings I take flight
Bring on the night
Eyes of stone ripping flesh from bone
Into depths unknown

From darkness into light
Nothing matters anymore
My strings ring hollow
Bleeding evermore
Nevermore
Can't let go
Your silence tells me all I need to know
Nevermore
Strike a chord, the walls of silence fall
Nevermore

Lost in shadows of what may have been
Bloodless spirits wept in fear
The void of anguish slowly pulls me in
Abandon hope all who enter here
Nevermore
Can't let go

Your silence tells me all I need to know
Nevermore
Strike a chord, the walls of silence fall
Nevermore
Nevermore
Nevermore

Nunca Mais

Dos céus
Através do mar de mentiras
Para as masmorras do condenado
Ventos abrasadores em chamas furiosas e nuvens de trovão
Aqui eu faço meu apoio
Trouxe na noite
A mordida da víbora venenosa
Afugentada
Como uma ave de rapina
Agora há um inferno a se pagar

De trevas à luz
Nada importa mais
Minhas cordas cercam o vazio
Sempre sangrando
Nunca mais
Não posso deixar ir
Seu silêncio me diz tudo que preciso saber
Nunca mais
Atinja uma corda, os muros do silêncio caem
Nunca mais

Reis da morte chamando
Frígida morte caindo no covil secreto
Amaldiçoa a escuridão com um coração ansioso e uma música
Você se erguerá novamente
Em terríveis asas eu alço voo
Trago à noite
Olhos de pedra rasgando carne de ossos
Através de profundezas desconhecidas

De trevas à luz
Nada importa mais
Minhas cordas cercam o vazio
Sempre sangrando
Nunca mais
Não posso deixar ir
Seu silêncio me diz tudo que preciso saber
Nunca mais
Atinja uma corda, os muros do silêncio caem
Nunca mais

Perdido nas sombras do que deveria ser
Espíritos sem sangue choram por medo
O vazio da angústia lentamente me puxa
Abandonem a esperança todos os que entram aqui
Nunca mais
Não posso deixar ir

Seu silêncio me diz tudo que preciso saber
Nunca mais
Atinja uma corda, os muros do silêncio caem
Nunca mais
Nunca mais
Nunca mais

Enviada por Denis e traduzida por Ana. Legendado por elis. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Symphony X

Ver todas as músicas de Symphony X