Tom's Diner

Suzanne Vega

Original Tradução Original e tradução
Tom's Diner

I am sitting in the morning
At the diner on the corner
I am waiting at the counter
For the man to pour the coffee
And he fills it only halfway
And before I even argue
He is looking out the window
At somebody coming in

It is always nice to see you
Says the man behind the counter
To the woman who has come in
She is shaking her umbrella
And I look the other way
As they are kissing their hellos
And I'm pretending not to see them
Instead I pour the milk

I open up the paper
There's a story of an actor
Who had died while he was drinking
It was no one I had heard of
And I'm turning to the horoscope
And looking for the funnies
When I'm feeling someone watching me
And so I raise my head

There's a woman on the outside
Looking inside, does she see me?
No, she does not really see me
'Cause she sees her own reflection
And I'm trying not to notice
That she's hitching up her skirt
And while she's straightening her stockings
Her hair is getting wet

Oh, this rain, it will continue
Through the morning as I'm listening
To the bells of the cathedral

I am thinking of your voice
And of the midnight picnic
Once upon a time
Before the rain began

I finish up my coffee
And it's time to catch the train

Restaurante do Tom

Estou sentada de manhã
No lanchonete da esquina
Estou esperando no balcão
Para o homem servir o café
E ele enche somente até a metade
E antes de eu mesma argumentar
Ele está olhando pela janela
para alguém entrando

É sempre um prazer te ver
Diz o homem por trás do balcão
Para a mulher que tinha entrado
Ela está agitando seu guarda-chuva
E eu olho para o outro lado
Enquanto eles se cumprimentam com beijos
E eu estou fingindo que não estou vendo-os
Em vez disso eu sirvo o leite

Eu abro o jornal
Há uma história de um ator
Que tinha morrido enquanto ele bebia
Não era alguém que eu já tinha ouvido falar sobre
E estou folheando para o horóscopo
E procurando pelas histórias em quadrinhos
Quando estou sentindo alguém me observar
Então eu ergo a minha cabeça

Há uma mulher do lado de fora
Olhando para dentro, será que ela me vê?
Não, ela realmente não me vê
Porque ela vê seu próprio reflexo
E estou tentando não perceber
Que ela está levantando a sua saia
E enquanto ajeita suas meias
Seu cabelo está ficando molhando

Oh, essa chuva, ela vai continuar
Pela manhã enquanto eu ouço
Os sinos da catedral

E estou pensando em sua voz
E do piquenique à meia-noite
Era uma vez
Antes da chuva começar

Eu termino meu café
E é hora de pegar o trem

Composição: Suzanne Vega
Legendado por Guilherme. Revisões por 6 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Suzanne Vega

Ver todas as músicas de Suzanne Vega