De Joelhos Falo Com Deus

Sofia Cardoso

De joelhos, eu clamo a Deus agora
Gemendo e chorando
Eu clamo a Ele, dizendo assim
Pai, tem sido grande, as lutas
Misericórdia Senhor, tenhas de mim
Derrube, oh meu Deus, as barreiras
Não deixe, os meus pés, tropeçarem
Quero, em ti, estar firmado
Tu estando ao meu lado
Nenhum mal eu temerei
Somente em ti Senhor, eu confiarei

A minha vida, em tuas mãos, já entreguei
Pois, para mim, só tu és, o Rei
O impossível, só tu, podes fazer
Alegrar o triste, fazer um morto reviver

A minha vida, em tuas mãos, já entreguei
Pois, para mim, só tu és, o Rei
O impossível, só tu, podes fazer
Alegrar o triste, e fazer um morto, reviver

De joelhos, ainda, me encontro
Pois minha alma, necessita tanto, de ti
Os inimigos são tantos
Poucos, são os amigos
Tu és fiel eu sei, que cuidas de mim
Quero, Senhor, minha vitória
Pois eu sei, que minha oração
Chegou na glória
Envia os teus anjos, arcanjos e querubins
Pra trazerem do céu, a resposta, hoje, pra mim

A minha vida, em tuas mãos já entreguei
Pois para mim, só tu, és o Rei
O impossível, só tu, podes fazer
Alegrar o triste, e fazer um morto, reviver

A minha vida, em tuas mãos já entreguei
Pois para mim, só tu, és o Rei
O impossível, só tu, podes fazer
Alegrar o triste, e fazer um morto, reviver
Alegrar o triste, e fazer um morto, reviver

Composição: Sofia Cardoso
Enviada por RODRIGO. Revisões por 4 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog