Original Tradução Original e tradução
1979

Shakedown 1979
Cool kids never have the time
On a live wire right up off the street
You and I should meet

Junebug skipping like a stone
With the headlights pointed at the dawn
We were sure we'd never see an end to it all

And I don't even care
To shake these zipper blues
And we don't know
Just where our bones will
Rest to dust, I guess
Forgotten and absorbed
Into the earth below

Double cross the vacant and the bored
They're not sure just what we have in the store
Morphine city slippin' dues, down to see

That we don't even care
As restless as we are
We feel the pull
In the land of a thousand
Guilts And poured cement
Lamented and assured

To the lights and towns below
Faster than the speed of sound
Faster than we thought we'd go
Beneath the sound of hope

Justine never knew the rules
Hung down with the freaks and the ghouls
No apologies ever need be made
I know you better than you fake it, to see

That we don't even care
To shake these zipper blues
And we don't know
Just where our bones will
Rest to dust, I guess
Forgotten and absorbed
Into the earth below

The street heats the urgency of now
As you see there's no one around

1979

Agitando 1979
Descolados não perdem tempo
Nesse frenesi elétrico no meio da rua
Eu e você deveríamos nos encontrar

Fusquinha indo rápido
Com os faróis apontados para o alvorecer
Tínhamos certeza de que nunca veríamos o fim disso tudo

E eu nem me importo
Em me livrar dessa melancolia das mudanças
E não sabemos exatamente
Onde nossos ossos irão parar
No pó, eu acho
Esquecidos e absorvidos
Debaixo da terra

Sacaneando os desocupados só pra espantar o tédio
Eles não tem certeza do que temos aqui guardado
Cidade monótona, dormente, faz a gente ver que

Que nem nos importamos
Tão desencanados como estamos mas
Nós já sentimos a pressão de virar adultos
Na terra das mil
Culpas e pés acimentados, juventude
Falecida e lamentada

Para as luzes e cidades vizinhas
Mais rápido que a velocidade do som
Mais rápido do que pensávamos que iríamos
Cobertos pelo som da esperança

Justine nunca seguiu regras
Saía com estranhos e esquisitos
Desculpas nem precisam ser pedidas
Te conheço melhor do que você finge, pros outros

Que nem nos importamos mais
Com a melancolia que as mudanças causam
E não sabemos exatamente
Onde nossos ossos irão parar
No pó, eu acho
Esquecidos e absorvidos
Debaixo da terra

A rua aumenta a urgência do agora
Como você pode ver, não há ninguém por perto

Composição: Billy Corgan
Legendado por Lucas e Luiza. Revisões por 22 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de The Smashing Pumpkins

Ver todas as músicas de The Smashing Pumpkins