Romance En La Lejanía

Simón Díaz

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Romance En La Lejanía

Por un camino verde
Del palenque a la quesera
En el oleaje del viento
Mujer bonita me hiciste
Que te dijera

Que mi amor se quedaría
Fuera nube pasajera
Y que te dejara escrito
En mis canciones
Cuantas cosas te ofreciera
Te ofreciera mil bellezas
Naturales de mi tierra
Quien supiera de tus gustos
Para darte las más bellas
Envueltas en mis cantares
Cuando el arpa me atropella

Te entrego mi corazón
Porque de amor esta lleno
Y repleto de esperanza
Como boga y canoero
Como sediento que encuentra
Manantial en el estero

Voy ver si con un verso
Puedo bajar una estrella
Que me hable de tus antojos
Mujer bonita y no me pierda tu huella

Voy ver si con un verso
Puedo bajar una estrella
Que me hable de tus antojos
Mujer bonita y no me pierda tu huella

Me aparece que adivino
En tu mirada morena
Que te gusta el horizonte
Juguete de tolvaneras
Como juega tu sonrisa
En tus labios de cayena
Te mando mi corazóóonn
En un lirio sabanero
Confundida en una garza
Con belleza de garcero
Y el lirio con su fragancia
Me sembrara en tu recuerdo

Romance à distância

Em um caminho verde
Do palenque ao queijo
Na ondulação do vento
Linda mulher que você me fez
Eu te disse

Que meu amor iria ficar
Fora passando nuvem
E deixe você escrever
Nas minhas musicas
Quantas coisas ele te ofereceu?
Eu te ofereci mil belezas
Nativos da minha terra
Quem conhecia seus gostos
Para te dar o mais bonito
Embrulhado em minhas músicas
Quando a harpa passa por cima de mim

Te entrego meu coração
Por amor é cheio
E cheio de esperança
Como boga y canoero
Como com sede ele encontra
Primavera no estuário

Vou ver se com um verso
Eu posso abaixar uma estrela
Conte-me sobre seus desejos
Mulher bonita e não perca a sua pegada

Vou ver se com um verso
Eu posso abaixar uma estrela
Conte-me sobre seus desejos
Mulher bonita e não perca a sua pegada

Parece-me que eu acho
Em sua aparência morena
Que você gosta do horizonte
Brinquedo Tolvaneras
Como o seu sorriso toca
Nos seus lábios de pimenta de Caiena
Eu te envio meu coração
Em um lírio sabanero
Confuso em uma garça
Com beleza de garcero
E o lírio com sua fragrância
Você vai me plantar em sua memória


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Simón Díaz

Ver todas as músicas de Simón Díaz